Escolha uma Página
Bolsonaro confirma Braga Netto como vice em sua chapa

Bolsonaro confirma Braga Netto como vice em sua chapa

O anúncio oficial deverá ser feito durante a próxima semana, diz Bolsonaro

Jair Bolsonaro confirmou ao programa 4×4 no Youtube, o general Walter Braga Netto será seu candidato a vice-presidente nas eleições presidenciais deste ano.
“É uma pessoa que eu admiro muito. É uma pessoa que, caso eu seja reeleito, vai me ajudar nos próximos anos. Agradeço a ele por ter aceitado essa missão”, afirmou Bolsonaro.

Morte de dentista que passou mal em teste físico para cargo de oficial é apurada pelo Exército

Morte de dentista que passou mal em teste físico para cargo de oficial é apurada pelo Exército

Lívia Neder — Rio
As circunstâncias que levaram à morte da dentista Ingrid Balbino de Sousa Coelho Vieira, que passou mal, na quarta-feira, durante um teste de aptidão física para o cargo de Oficial Temporário do Exército, no Colégio Militar da Tijuca, Zona Norte do Rio, estão sendo apuradas pelo Comando Militar do Leste (CML), que abriu um processo administrativo. No mesmo dia, houve um caso parecido, quando um candidato ao cargo de inspetor da Polícia Civil também morreu ao realizar um teste físico.
De acordo com o CML, Ingrid recebeu os primeiros socorros no local e foi conduzida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Durante a noite, o quadro de saúde da candidata se agravou e ela veio a óbito. Foi aberto um processo administrativo para apurar as circunstâncias do ocorrido. Cabe ressaltar que o CML está prestando todo o apoio necessário a família”, diz a nota.
Além de dentista, Ingrid era cantora e compositora gospel. Nas redes sociais, ela costumava postar vídeos cantando e textos bíblicos, além de fotos com a família . O sepultamento aconteceu na sexta-feira no Jardim da saudade, em Sulacap. Leia mais.
O Globo/montedo.com

Filho do casal de idosos morto a facadas diz que terminou o namoro com capitão-de-fragata acusado do crime porque ele o agrediu

Filho do casal de idosos morto a facadas diz que terminou o namoro com capitão-de-fragata acusado do crime porque ele o agrediu

Apesar de estarem separados, eles ainda moravam no mesmo apartamento, na Zona Sul do Rio. Ele acredita que os pais estavam dormindo quando foram assassinados

Diego Amorim — Rio
Filho do casal de idosos encontrado morto a facadas, na madrugada deste sábado, dia 25, em um apartamento no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio, o professor de inglês e influenciador digital Felipe da Silva Coelho, de 39 anos, diz que não estava mais namorando o oficial da Marinha Cristiano da Silva Lacerda, de 49, preso em flagrante acusado de cometer o crime. Ele conta que o relacionamento de dois anos terminou por conta de um comportamento violento do capitão de fragata.
Em entrevista ao Globo, quando liberava os corpos dos pais no Instituto Médico legal (IML), Felipe contou que conheceu Cristiano há cerca de dois anos, no começo da pandemia. O professor morava em Fortaleza nessa época e se mudou para o Rio por conta do militar. Desde o começo da relação eles moravam juntos no apartamento do Jardim Botânico. No entanto, no último carnaval, em abril, Cristiano deu um tapa no rosto e um soco no peito de Felipe, que decidiu terminar o relacionamento. Mas o namorado continuou morando no imóvel antes de encontrar outro lugar.
Na noite desta sexta-feira, Felipe foi chamado para um evento em Ipanema e deixou os pais com Cristiano em casa. Geraldo Pereira Coelho, de 73 anos, e Oselia da Silva Coelho, de 72, moravam em Fortaleza e estavam no Rio desde o último dia 17. O casal iria embora na próxima terça-feira. Segundo ele, em determinado momento, Cristiano começou a mandar mensagem mandando voltar para casa porque a mãe estaria passando mal.
— Ele me mandou mensagem, falou que minha mãe não estava bem e que era para eu voltar. Na mesma hora eu pedi um Uber. Ele seguiu mandando outras mensagens, perguntando se eu voltaria ou ficaria com meus amigos. E também me ofendeu — relatou.​
Felipe conta que, quando chegou em casa, já encontrou os pais mortos no sofá onde estavam dormindo. Ele começou a gritar e a pedir ajuda para os vizinhos, que foram tentar socorrer. Felipe chegou a conversar com a administradora do condomínio, que disse não ter ouvido qualquer barulho de briga ou discussão. O professor acredita que, pelo fato de os pais dormirem cedo, eles estavam dormindo na hora em que foram mortos. Cristiano saiu do apartamento desacordado, numa cadeira de rodas.
— Eu só espero que ele pague por tudo que ele fez. Estou sofrendo demais com isso.
Cristiano foi encontrado também ferido dentro da cama-baú do quarto de Felipe. Ele foi preso em flagrante e está internado sob custódia no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, na mesma região. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).
O Globo/montedo.com

General Braga Netto indica ao PL que não abre mão da vice de Bolsonaro

General Braga Netto indica ao PL que não abre mão da vice de Bolsonaro

Em meio a articulação do Centrão para emplacar ex-ministra Tereza Cristina na vice, general Walter Braga Netto começou a se mexer

Eduardo Barretto
O general e ex-ministro Walter Braga Netto indicou ao PL que não abrirá mão de ser vice na chapa de Jair Bolsonaro, na disputa pela reeleição. Em meio a uma articulação do Centrão para que a vice seja a ex-ministra Tereza Cristina, o general já começou a se mexer.
Um dos sinais colhidos pela campanha do presidente foi a participação do general em uma reunião recente no Palácio do Planalto. Ao lado de Jair e Flávio Bolsonaro, além de integrantes do PL, Braga Netto fez questão de mostrar que era ele o coordenador da reunião.
A cúpula do Centrão avalia que Bolsonaro não ganharia nenhum voto novo entre militares com Braga Netto na vice, mas uma chapa com Tereza poderia diminuir sua rejeição no eleitorado feminino, um dos problemas centrais para o crescimento do presidente. Na quinta-feira (23/6), uma pesquisa do Datafolha apontou que o ex-presidente Lula venceria a eleição no primeiro turno, com 53% dos votos válidos, ante 32% de Bolsonaro. Entre as mulheres, Bolsonaro tem apenas 21% dos votos.
GUILHERME AMADO/montedo.com

Jogo bruto

Jogo bruto

Cláudio Humberto
Em meio a mais uma grave crise política e convencido de que é alvo de uma armadilha para torná-lo inelegível, Bolsonaro deve estar sentindo falta de mais políticos experientes e menos generais à sua volta.
DIÁRIO DO PODER/montedo.com

Oficial da Marinha é suspeito de assassinar os pais do namorado no Rio

Oficial da Marinha é suspeito de assassinar os pais do namorado no Rio

Do UOL, em São Paulo
Um casal de idosos foi encontrado morto na madrugada deste sábado (25), em um apartamento no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio. Os corpos de Geraldo Pereira Coelho, 73 anos, e Osélia da Silva Coelho, 72, estavam no sofá-cama.
O suspeito do crime é o oficial da marinha C.S.L., 40 anos. Ele foi preso após ser encontrado dentro da cama-baú do quarto do ex-namorado e filho das vítimas, o professor de inglês Felipe da Silva Coelho. O suspeito estava ferido e inconsciente.
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro informou que, de acordo com a Delegacia de Homicídios da Capital, o autor foi detido por policiais militares e autuado em flagrante pela morte do casal.
O oficial da Marinha está internado no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, e segue com escolta policial.
Horas após o assassinato, o filho das vítimas postou uma homenagem nas redes sociais: “Pra sempre juntos, nos braços do Pai. Meus amores eternos”.

Fim do relacionamento
Em entrevista a O Globo, Felipe disse que conheceu C.S.L. há cerca de dois anos. O professor de inglês morava em Fortaleza e se mudou para o Rio por causa do relacionamento.
Em abril deste ano, os dois brigaram, e M.C.S.L. teria agredido o companheiro, segundo Felipe contou a O Globo. Ele resolveu acabar com o relacionamento e afirma que continuou morando com C.S.L. até encontrar um apartamento.
No dia 17, Geraldo e Osélia vieram para o Rio para visitar o filho e ficaram hospedados no apartamento no Jardim Botânico. Voltariam para Fortaleza no início da próxima semana.
Na noite de sexta-feira, o professor de inglês saiu sozinho, enquanto os pais dele e C.S.L. ficaram em casa.
De acordo com Felipe, o oficial da Marinha mandou uma mensagem dizendo que a mãe do professor de inglês estava passando mal. Ele voltou imediatamente. Quando chegou, encontrou os pais mortos. Gritou e pediu ajuda para os vizinhos. Bombeiros e policiais militares foram para o local.
UOL/Edição: montedo.com

Skip to content