Brasileiro se destaca em Curso de Comando e Estado-Maior no Líbano

tenente coronel destaque em curso no Líbano

Diplomacia Militar

 

Beirute (Líbano) – O Tenente-Coronel Eduardo Jorge Jeronymo obteve a primeira colocação do Curso de Comando e Estado-Maior da “Fouad Chahab Academy for Command and General Staff” das Forças Armadas Libanesas. sendo incluído na galeria de honra da escola. Na cerimônia de diplomação, o oficial recebeu o certificado de conclusão das mãos do Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas Libanesas, Major General Hassan Audi.

O Curso capacita oficiais superiores das Forças Armadas Libanesas e de nações amigas para o assessoramento e condução de organizações militares dos níveis Brigada e superior. Ao longo do curso, os alunos aprimoram o processo de tomada de decisão militar e o pensamento crítico para analisar, decidir e resolver problemas em ambientes operacionais complexos.

O Curso de Comando e Estado-Maior em inglês foi realizado em sua primeira edição e teve a duração de 11 meses, abrangendo disciplinas que foram do nível tático ao estratégico, tais como geopolítica e defesa nacional, operações militares, comunicação estratégica e negociação. Além disso, foi realizado um mestrado acadêmico junto à Universidade do Líbano, um curso de pós-graduação em análise de Defesa e Segurança Estratégica pela Universidade Americana de Ciências e Tecnologia e uma viagem de estudos ao Centro de Estudos Estratégicos da Universidade de Defesa Nacional dos Estados Unidos da América, em Washington-DC, ocasião em que foi realizado um seminário sobre a participação estadunidense no Oriente Médio e Sul da Ásia.

O Tenente-Coronel Jeronymo concluiu o mestrado acadêmico com o trabalho “As Respostas Brasileira e Libanesa face à crise migratória”, e obteve a primeira colocação entre os oficiais alunos. O objetivo do tema foi o de identificar as principais medidas adotadas pelo Brasil, por ocasião da Operação Acolhida, que poderiam ser adotadas no contexto Libanês, de forma a contribuir com as ações que visam amenizar os efeitos da crise migratória síria que afeta o país desde 2011.

O militar, em seu discurso de despedida, comentou sobre a importância do Curso de Comando e Estado-Maior no Líbano: “A oportunidade de realizar um curso nesse nível, no Oriente Médio, região importantíssima no contexto mundial e conviver com militares de outras nações (Turquia, Líbano, Jordânia), permitiu grande troca de conhecimentos e experiências que extrapolaram a área militar e que agregaram sobremaneira para o aprimoramento pessoal e profissional do Oficial de Estado-Maior”.

A presença de militares brasileiros em instituições de ensino militar estrangeiras é parte dos Objetivos Estratégicos do Exército, que visa incrementar a integração, a cooperação e a confiança mútua entre as nações amigas, bem como projetar a imagem do Brasil e do Exército Brasileiro no cenário internacional.

EB

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo