EXCLUSIVO: Ex-CEO das Americanas vai alegar que golpe de R$ 20 bi foi planejado pelo exército boliviano

Exército boliviano nas Lojas Americanas

Seção de humor da piauí

 

LIQUIDAÇÃO – Bomba! (De festim). Incluído na lista de procurados pela Interpol após ordem de prisão preventiva emitida no Brasil, o ex-ceo das Americanas, Miguel Gutierrez, deverá culpar o exército boliviano pelo golpe de 20 bilhões de reais dado pela varejista nos credores. O ex-CEO traçou a estratégia após acompanhar a tentativa de quartelada ocorrida ontem na Bolívia.

“O erro foi meu”, teria dito Gutierrez aos seus advogados, de acordo com relatos. “Eu deveria ter pedido consultoria de golpe ao Eduardo Cunha e ao Michel Temer, mas achei que era mais jogo confiar nas forças armadas .” E por que nas forças armadas da Bolívia, especificamente? “Eles servem a um bilionário, que é o Musk, e eu servia a outros três. Tinha uma sinergia.”

A ex-diretora Anna Saicali, que também foi colocada na lista da Interpol, por estar em Portugal, culpou a globalização pelo cenário: “Antes o golpe era algo local, feito, no máximo, com a ajuda dos Estados Unidos. Agora, não, as Americanas tiveram que fazer um outsourcing na Bolívia para dar golpe no Brasil. Ficava mais em conta.”

The píauí Herald

Uma resposta

  1. O General Zuniga acusou o presidente em exercício de dar o golpe em si mesmo. Além de golpista incompetente, ainda inventa mentiras mirabolantes, igual a um ser que todos conhecemos da política nacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo