Mudanças à vista: o FAM vai virar Poupex Vida

Reprodução: Poupex Vida (https://www.poupex.com.br/poupexvida/)

No cenário atual, arrecadação não será suficiente para garantir renovações a partir de 2027

O blog vem recebendo questionamentos sobre as mudanças anunciadas no Fundo de Apoio a Moradia (FAM) da Fundação Habitacional do Exército (FHE/POUPEx). O assunto tem sido recorrente nas redes socias, causando grande preocupação aos usuários do fundo, criado em 1987 e cujo carro-chefe sempre foi um seguro de vida, bastante vantajoso para a família militar.

Atualmente, o FAM conta com 127 mil associados. A apólice atual estabelece um reajuste de até 10% ao ano sobre o valor pago pelo seguro.  Segundo a FHE/POUPEx,  esse percentual encareceu a prestação (prêmio) ao longo do tempo, de forma que a arrecadação não será suficiente para garantir a renovação da apólice a partir de 2027.

Como alternativa, está sendo lançado o POUPEX Vida, seguro de vida coletivo que anuncia vários benefícios a família dos associados em vida, sem limite de idade.

A FHE/POUPEx prepara para esta segunda (6) uma campanha de lançamento para a divulgação do novo produto.

A migração deverá ocorrer de 6 de maio a 31 de julho próximo.

Ricardo Viana, diretor de produtos da FHE/POUPEx explica as mudanças em vídeo institucional, que poder ser acessado AQUI.

Com informações da FHE/POUPEx

58 respostas

  1. Lembro-me da primeira mudança que eu vi no FAM, antes o valor do seguro era em cima do posto/Graduação e so aumentava quando vc era promovido. Veio essa modalidade e agora está mudando para esse poupex vida. Em vez de pagar seguro de vida, é melhor o cara fazer um Tesouro direto e todo mês depositar lá.

        1. Melhor opção mesmo é migrar para gboex, pelo menos o valor pago por morte acidental é dobrado e a mensalidade muito mais baixa.

      1. Mudar a regra do jogo no meio da partida é um verdadeiro absurdo. Falam dos grandes benefícios de atendimento médico e odontológico(que já temos com o FUSEX) como se fosse alguma coisa extraordinária. Reduziram drasticamente a cobertura por morte de cônjuge para 15%(antes era 50%), acabaram com o pagamento em dobro por morte acidental, acabaram com o pagamento por doença infectocontagiosa, acabaram com o pagamento por morte de filhos abaixo dos 18 anos, diminuíram o valor da indenização em caso de morte( no meu caso reduziu R$ 53.000,00) e mantiveram o MESMO valor pago atualmente. Tenho certeza que mesmo fazendo essa migração, no futuro bem próximo irão dizer que precisam mudar a porcentagem para correção das prestações pois o valor da indenização estaria sendo prejudicado com o prêmio corrigido em até 1% ao ano. Um ótimo negócio para eles e mais uma narrativa para nós. Simples assim.

        1. Concordo e muito com você, pagamos o FAM desde sua criação e agora, a regra do jogo muda? se não e ilegal e totalmente imoral.

  2. Em suma: vai aumentar – e muito – o valor referente ao prêmio que é descontado em contracheque.

    Duvido muito que essa mudança seja para beneficiar os segurados.

    Essa Poupex/FAM necessita de uma auditoria séria. Cabide de emprego para militares dos “estamentos superiores” na Reserva e seus familiares; prioridades de construções de imóveis que beneficiam apenas esses “estamentos superiores”.

    1. ainda bem né…. ainda bem que estão mudando, assim, garante-se que continue….
      ou você conhece algo imutável ?

      tenha fé…

  3. Praça na Popupex é piada. Só p fila empréstimo simples.
    Uma instituição q não tem inadimplência, empreendimentos direcionados, vive de cabide de emprego para Cel e gen, e tem praça q acha um ” negócio baum” ser popupex. Pqp

  4. Parece que o Fundo de Assistência ao Militar (FAM) está pagando um valor de seguro menor do que o devido, especialmente para os militares com contratos antigos. Por essa razão, eles estão considerando o cancelamento de todos os contratos e migrando para um novo formato de seguro.

    REQUERIDO: MAPFRE VIDA S/A SENTENÇA

    Em 04.10.1993, o autor, na condição
    de militar da ativa, passou a compor o grupo de segurados da apólice de vida nº 1850, estipulada pela Fundação Habitacional do Exército ?
    FHE e que tinha como líder a Bradesco Seguros S/A (doc. 5). Este seguro fazia parte dos objetivos do Fundo de Apoio à Moradia ? FAM Militar
    (vide Doc. 4, p. 2) e, na ocasião da contratação, o autor aderiu às garantias do denominado ?Plano B? que, no que toca ao objeto da presente
    demanda, continha a previsão para Cobertura Suplementar por Morte do Cônjuge destinada a pagar indenização pela morte do cônjuge, no
    valor correspondente a 50% da Cobertura Básica (cf. doc. 4, p. 9 e doc. 5, p. 2). A Cobertura Básica, de acordo com as normas que regiam o
    seguro, corresponderia à indenização pela morte do segurado principal no valor equivalente a 1734 vezes o preço do prêmio.

    Ao adotar o fator multiplicador utilizado no contrato anterior, o montante devido,
    considerando a redução à metade, por se tratar de cônjuge, seria de R$ 330.014,88. Ao analisar os documentos juntados aos autos, verifico que
    o Certificado Individual de Seguro de Vida em Grupo (ID. 149275297), referente à seguradora atual, embora traga o valor das coberturas para
    cada tipo de sinistro – R$ 297.751,83 no caso de morte do cônjuge -, não traz a certeza de que o autor teve acesso às mencionadas coberturas à
    época da contração, posto que data de 12/1/2023 e tem vigência entre 25/6/2022 e 24/9/2027. Ainda, o Termo de Adesão Individual Simplificado
    Xxxx dispôs que seriam mantidas todas as garantias

    Ante todo o exposto, entendo devida a indenização prevista no contrato anterior. O Comprovante de Transferência de xxxx demonstra que foi pago ao autor a quantia de R$ 148.875,91 em decorrência do falecimento de sua esposa. Assim, se faz necessária
    a complementação da quantia, porém, em valor inferior pretendido pelo autor, haja vista que, frente a indenização total devida de R$ 330.014,88,
    resta pagar apenas R$ 181.138,97. III. DISPOSITIVO Ante o exposto, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE o pedido inicial para condenar o
    requerido ao pagamento de R$ 181.138,97, com correção monetária desde da data em que devida a indenização e juros de mora desde a citação.

  5. ‘Mensalão da toga’: esquema fraudulento de empréstimos entre FHE/POUPEx e Associação de juízes pode ficar impune.
    Será que tem algo com esse caso?

  6. Vi as mudanças no site da poupex e não vi aumento da mensalidade do seguro, pelo contrário consta redução dos aumentos.

    Me assustei com a quantidade de famílias já indenizadas… todo militar já viu oh conhece famílias que foram indenizadas pelo seguro.

    1. Isso aí é oficial infiltrado pagando o bizu errado para manter a piramide, hoje em dia não uso poupex pra nada, mesmo que pague mais juros, prefiro pagar mais e acabar com cabide de emprego de oficial na reserva.

      1. prefere pagar mais juros!!!! parabéns, mas saiba que nem todos milicos podem ficar dando ou rasgando dinheiro assim…

        continue assim, eu prefiro economizar o meu dinheiro, mesmo não concordando ou gostando das coisas

  7. To cascando fora, cabra.
    Isso ai é bom pra os veinhos do posto acima, que ficaram com todas as mordomias.
    Quem ficar vai pagar a conta dos veinhos

  8. Só quem já passou pela perda, sabe o quanto importante foi o seguro.

    Ainda estou no obrigatório, mas se conseguir seguir na farda, honrarei o legado da família e continuarei o seguro até o fim

  9. Os colegas reclamam muito mas, quando se analisa a questão e não precisa ser crânio para isso, era previsível a mudança, afinal, um sargento de 40 anos pagar a mesma coisa que um sargento de 80 anos, é impraticável. Foi muito bom enquanto durou, espero que com as mudanças dure muito também.

    Eu confio

    1. Ué!? O seguro
      não é em grupo? Se é impraticavel pq está sendo praticado à anos? Agora, depois de anos pagando a prestação o FAM decidiu que nao dá pra pagar o seguro?

  10. No ano de 2009 ,fui diagnosticado com um câncer de próstata, e depois que fiz o tratamento, no hospital do câncer de Cuiabá, na época enviei o laudo médico do hospital juntado com todos os exames ,informando e pedindo para que eles dissessem qual seria os meus direitos,receberam todos os documentos, conforme registro dos correios,e até hoje não me responderam

  11. É só reajustar junto com o soldo, se houver reajuste no soldo aplique o mesmo percentual, assim iria minimizar a anomalia no prêmio.

  12. Poupex/FAM só serve para bancar moradia para os Coronéis e Generais. São apartamentos nos melhores bairros de Brasília e você jamais conseguirá comprar com um financiamento Poupex. Pense nisso!

  13. Paguei FAM mais de 25 anos, se tivesse aplicado o mesmo valor numa previdência privada do banco do Brasil , Hoje estaria aposentado
    Maior furada esse FAM

    1. estamos sendo golpiado pela poupex depois de 30 anos muda regra do jogo,vou cair fora.isso ja aconteceu com outras instituicao que tinha convenio com exercito.

  14. Poupex e para cel e Gen não fazem nada para o Praça. Praça so serve para pedir emprestimo e alimentar o sistema. vê se eles fazem algum empreendimento que cabe no bolso do Praça eu nunca vi. Sai do poupex faz tempo

  15. Sou sócio da Poupex a 20 anos, e fiquei com muitas dúvidas. Com esses benefícios em vida, o militar continua com direito ao seguro de vida ao falecer? E se o militar não migrar para o Poupex Vida, fica no prejuizo de tudo que pagou?

    1. Não precisa migrar, mas vai ter que morrer antes de setembro de 2027. Vai no Pai Véio zifiu. Lá tu planeja o futuro da tua vida…

  16. E todas as mensalidades acumuladas que foram pagas ao FAM, passarão Automaticamente ao poupes vida ou teremos que buscar judicialmente.
    Sim porque se o fam está sendo desfalcado e com dificuldade de cumprir o contratado, com certeza alguém tem responsabilidade nisso.
    Ou fica assim uma caneta e agora isso não existe mais e pronto .
    Igual ao PASEP em 88. Esse está tendo reviravolta e o BB está tendo que prestar contas.

  17. Tudo depende do conteúdo do contrato, seria ler com calma.

    Em 2014, paguei FAM R$ 120,10 e decessos R$ 6,70.

    Em 2024, FAM R$ 397,31 e no Decessos R$ 10,21.

    Em 10% subiu algo em torno de 230%.

    1. Exato o reajuste decessos é +_ 53%, se aplicar no FAM ficaria em torno de R$ 184,00 reais, muito , mas muito estranho, onde está indo o $$$$$ ? será para pagamento dos funcionários apadrinhados?

  18. Pronto: Mudanças a vista: Transferido saldo da variação 91 e 96 da POUPEX para variação 51 poupança ouro do BB . Acabar com esta sacanagem dos generais.

  19. Boa tarde! Antes de fazerem ao novo POUPEX VIDA, aconselho a fazerem simulações de valores de seguros de vida com outras empresas. O novo POUPEX VIDA, esta com o valor de $427,00 reais mensais, e com valor de morte de 250 mil e falecimento do conjugue de 50 mil e perde as demais coberturas. Simulando no aplicativo do bradesco, com mais coberturas o valor da prestação ficaria em torno de $325 reais, ou seja, bem mais encontra e com mais cobertura. FAçam simulações no BB, CEF e em outras seguradoras para verificarem. Do jeito que esta o POUPEX VIDA é uma furada.

  20. Pelo que vi em relação a minha apólice, não terei nenhuma vantagem com esse “poupex vida”. Pelo contrário.

    Ora, muitas coberturas serão extintas. Ficará apenas a básica e com valor menor.

    Aí criaram “sorteios”?!

    É seguro de vida ou bingo?

    Sei que não farei falta nenhuma ao “poupex vida/FAM”, mas tchau FAM.

    Foi bom enquanto durou…

  21. Pago FAM desde 1997.
    Em 2016, acionei o fam por conta de uma perda auditiva de cerca de 30% que ocorreu durante o tempo de 30 anos do serviço militar. Precisava adquirir aparelhos Auditivo no valor de 20 mil reais. Apresentei os exames e laudo medicos e foi negado.

  22. Sou integrante desde a criação. O seguro era para corresponder a 1734 vezes o valor do prêmio, o que já não ocorre. O que vai acontecer com quem não aderir?

    1. Não é obrigatória. Porém, se 75% dos segurados aderirem ao POUPEX Vida, a migração do restante do grupo será automática. Caso essa opção não se concretize e você tenha optado por permanecer no FAM, as condições contratuais da sua apólice serão mantidas até o fim da vigência do FAM (até setembro/2027), inclusive com os reajustes anuais de até 10% no valor do prêmio.

  23. Fomos enganados a vida toda,36 anos pagando, agora que estou mais perto da morte essa palhaçada. Se eu não fosse tão burro há 36 anos atrás e tivesse contratado um plano individual hoje eu estaria rindo. Continuem confiando nesses traidores covardes.

  24. Não é obrigatória. Porém, se 75% dos segurados aderirem ao POUPEX Vida, a migração do restante do grupo será automática. Caso essa opção não se concretize e você tenha optado por permanecer no FAM, as condições contratuais da sua apólice serão mantidas até o fim da vigência do FAM (até setembro/2027), inclusive com os reajustes anuais de até 10% no valor do prêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo