Exército apoia fala de Lula em não enviar militares ao Rio de Janeiro

Lula cumprimenta o novo comandante do Exército, o general Tomás Ribeiro Paiva - Ricardo Stuckert/Divulgação

Força entende que momento é de submersão após recentes escândalos
Vinícius Nunes
Por autopreservação, integrantes do Alto Escalão do Exército avaliaram bem a declaração de Lula (PT) ontem (27/10) na qual afirmou que não enviará militares ao Rio de Janeiro, nem fará intervenção federal, e muito menos GLO (Garantia da Lei e da Ordem).

Lula enfatizou que não quer “as Forças Armadas nas favelas brigando com bandido”. “Não é esse o papel das Forças Armadas e enquanto eu for presidente não tem GLO”, disse o presidente em café com jornalistas.

A reação na caserna foi positiva. Após os desdobramentos da CPMI do 8 de Janeiro e o roubo de 21 metralhadoras do Arsenal de Guerra de São Paulo, em Barueri, o Exército considera que é o momento de evitar os holofotes e permanecer em segundo plano.

Por enquanto, apenas os militares que já atuam no Rio de Janeiro serão realocados para reforçar a segurança de portos e aeroportos do Estado, que já são áreas de responsabilidade federal.

Na última quarta-feira (25), o comandante do Exército, o general Tomás Paiva, disse que uma ação do Exército “nas ruas do Rio” estava descartada.

METRÓPOLES

12 respostas

  1. Não se trata mais de combater apenas o tráfico mas a narcoguerrilha, fortemente armada, com armamento pesado, barricadas, seteiras, bonde, uniformes táticos, botas de combate, bloqueios de ruas e vielas. No último confronto pesado a munição das policias durou apenas 2 horas. É possível que já possuam M134 e GAU-21. Essas arminhas furtadas devem estar obsoletas; só não entregaram ainda para demonstrar poder, queda de braço. É certo que há anuência do judiciário pelo STF com decisão de não intervenção do Estado, apoio da defensoria publica, ONGs e apoio politico e midiático.

  2. Tá certo o Antônio C. Gomes, bola prá frente, quem vive de passado é museu. O Brasil é bem maior que as aspirações políticas individuais. Vida que segue.

  3. Quero ver se acontecer uma manifestação “Pacifica” do MST o que esse Geeeeneral vai fazer. Vai seguir a castilha do ladrão? Ainda bem que estou na reserva. Kkkkkkk
    Só lamentações meu Exército.

  4. só tá faltando o Exército começar a pintar meio fio vermelho nos quartéis e trocar a farda do Tomás para vermelho, ai sim vais estar tudo dominado, ( olha cara de satisfação do Tomás perante seu chefe ) as máscaras estão começando a cair, o Tomás o Dutra. então senhores do blog esquece aumento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo