Sargento do Exército é preso e confessa ter matado motorista após discussão de trânsito, em Manaus

gangster-arma-violencia-criminal-tiro_21-36842973

O crime aconteceu na avenida Cosme Ferreira, bairro Zumbi dos Palmares, Zona Leste de Manaus. Suspeito confessou o crime na DEHSJoana Queiroz
[email protected]
Manaus – O sargento do Exército [I. F. L. A.](28), confessou em depoimento na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), ser o autor do tiro de pistola calibre 9 milímetros que matou Isaías Lopes da Silva, 29, durante uma briga de trânsito no dia 28 de agosto de 2022.
O crime aconteceu na avenida Cosme Ferreira, bairro Zumbi dos Palmares, Zona Leste de Manaus.
[I. F. L. A.] foi preso na última segunda-feira (14). Conforme a delegada adjunta da DEHS, Débora Barreiros, que presidiu as investigações do crime, o sargento confessou que revidou um xingamento com um tiro de pistola que acertou o pescoço da vítima e o matou.
De acordo com Barreiros, [I. F. L. A.] justificou a sua ação criminosa dizendo que é carioca, e que teria sido transferido recentemente para Manaus. Ainda disse que estaria sob efeito de bebida alcoolica e tinha terminado um relacionamento.
A vítima havia acabado de sair de uma festa e retornava para casa, quando teve o desentendimento com o sargento, os dois bateram boca enquanto dirigiam no trânsito e repentinamente, [I. F. L. A.] sacou a arma e fez um disparo que acertou o pescoço de Isaías.
A vítima chegou a ser socorrida e encaminhado para o Hospital e Pronto Socorro (HPS) Dr. João Lúcio, mas não resistiu e morreu na unidade hospitalar.
Enquanto não era descoberto, de acordo com a delegada, o sargento levou uma vida normal, trabalhando no quartel, estudando e, de acordo com ele, acompanhando o desenrolar do caso pelas notícias da imprensa.
A polícia o identificou por meios de câmeras de segurança que mostravam que o veículo do assassino era um Honda com uma marca de ferrugens no porta malas. “Demoramos um pouco porque a placa do carro era do Rio de Janeiro e o fomos buscar informações de lá”, disse Barreiros.
O sargento foi identificado e na segunda-feira foi preso, depois de ter sido apresentado na DEHS por seus superiores. Ele vai responder pelo crime de homicídio qualificado.
acritica.com – edição: Montedo.com

9 respostas

  1. Bah, executou o outro, como dizem armas nas mãos de “qualquer um é um perigo”, será que havia necessidade de estar armado naquele momento, supostamente embriagado, com a cabeça quente por ter levado um fora e a namorada provavelmente arrumar outro…matou um inocente, jogou a carreira fora…

  2. Matou no transito. se encondeu. mas foi identificado seu carro, nada se esconde ao olho do senhor, pagará caro pelo seu crime, premiditado, ficará preso, perderá sua liberdade, e vai ser expusldo Exército , que bobagem fez,. melhor coisa da nossa vida é nossa liberdade, andar correto e evitar impulsos momentâneo, de raiva, para mão fazer bobagem na vida,. Nossa liberdade não tem preço.

    1. Disse toda a verdade, mas infelizmente muitos foram na onda do Bozo achando que portar uma arma resolveria todos os problemas do mundo.
      A Verdade Dói, Mas Tenho Que Dizer Que Muitos Militares das FA Não Tem Condições emocionais de possuir Uma Armar, Pois Muitos Não estão Preparados Para isso, E Não É Porque Se Trata De ser Militar Que este Está Habilitado Para Tal…Andar dentro de quartéis armados ou em operações é totalmente diferente de portar uma arma no meio da sociedade civil…isto é fato!

  3. O militar em Questão serve no 4 Batalhão de Aviação do Exercito. Isso que da distribuir porte de arma aleatoriamente. Por uma simples Discussão de TransIto, onde Não houve dano material, o sargento destruiu uma Família, e agora a sua. Lamentável, para todos.

  4. Pode colocar o nome do sargento, esta em todos os jornais de manaus, aqui so Não colocaram a OM onde ele esta Servindo, mas eu sei que ele Gosta de voar.

  5. Tenho minha 9mm, Ando com ela para onde vou. Não frequento qualquer lugar. A arma é para minha proteção e da família. Se for pra ter arma pra ter medo dela, pra ficar guardada em casa é melhor não ter! Merda a pessoa faz independente de está com arma ou não. Quando o ser humano quer matar ele usa arma, carro, faca, combustível, veneno, não importa. Minha família é PM e tenho amigos PM e a maioria não tem as mínimas condições de portar uma arma, mas estão lá trabalhando, bebendo, usando drogas. Se vc fizer um toxicológico nos militares da PM a maioria será reprovada. Mas eles estão lá, unidos, firmes. Ai o militar das forças Armadas, praças, adoram se derrubar, adoram dar munição para Oficial. Já vi muitos falarem: É Cap…praça não tem condições de ter arma. Concordo!!! Desde que me tire da escala de sv.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo