Explicação do almirante Bento Albuquerque sobre joias não convenceu Bolsonaro

Bento Albuquerque

Bolsonaro disse a interlocutores que a explicação de Bento Albuquerque sobre o conjunto de brilhantes de R$ 16,5 milhões não foi convincente

Guilherme Amado, Edoardo Ghirotto
O ex-presidente Jair Bolsonaro disse a interlocutores que achou estranha a explicação de Bento Albuquerque sobre o caso das joias sauditas e que a justificativa do ex-ministro não foi convincente. O almirante e seu ex-chefe conversaram por telefone no sábado, e, segundo Bolsonaro disse a interlocutores, as explicações do militar não o convenceram.

Bolsonaro assegura aos amigos que ficou sabendo da história dos brilhantes de R$ 16,5 milhões pela imprensa. O ex-presidente afirma que Bento não o procurou em nenhum momento para tratar do assunto. Bolsonaro estranha que o militar tenha ficado tanto tempo sem levar a ele um assunto relacionado a um valor tão alto.

O ex-ministro disse, em entrevista aos jornalistas Adriana Fernandes e André Borges, que a comitiva do Ministério de Minas e Energia estava indo embora da Arábia Saudita quando um representante do governo local entregou dois pacotes aos servidores brasileiros.

Bento afirmou que os pacotes foram distribuídos nas malas de servidores do ministério e que não sabia o que havia dentro deles.

As joias, avaliadas em R$ 16,5 milhões e que seriam destinadas à ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, ficaram retidas na alfândega, enquanto o outro pacote ingressou no Brasil na mala de um integrante da comitiva de Bento. Havia relógio e caneta neste segundo volume.

No momento da apreensão, o ex-ministro justificou ao fiscal da Receita Federal que o pacote era um presente. Reportagens do Estadão mostraram que o governo Bolsonaro tentou reaver as joias até os últimos dias do mandato. A Receita informou que investigará a entrada do segundo pacote no Brasil.

A história toda é estranha, e a investigação da Receita Federal quer colher o depoimento de Bento Albuquerque. Ao Fisco, o almirante terá que ser convincente. Bem como à Polícia Federal, aliás.

METRÓPOLES/montedo.com

26 respostas

  1. Ontem ouvi uma reportagem em que o apresentador chamou duas vezes esse inativo de mentiroso, devo lembrar que a mentira é a falta mais grave do militar, ainda mais para um oficial, porém a mentira foi o DNA do governo Anterior junto com seus Oficiais e Praças ativos e Inativos. Cabe ressaltar aqui duas coisas: o “Bozo” é um Santo incorrupto como o verdadeiro Messias – Jesus – … E ainda tem gente que acredita nisso e a “Mimi Carabina” e tão imaculada quanto a mãe de Jesus e tem muita gente que morre se for dito o contrário. Ontem, saiu uma reportagem dizendo que a Mimi entrou com um pedido na justiça para devolver as jóias para o Governo Saudita, pois não as recebeu e nem anuiu com o presente, claro um ensandecido pedido, pois são objetos de alguns ilícitos penais. Olha a que chegamos e eles até onde foram. Por isso digo com convicção: O último Chefe do Executivo é pior que o Lula, pois possuem o mesmo DNA, porém o do bozo e mais forte.

    1. cacete quantas elocubraçoes..um e pior q o utro, almirante de inativo, mentira falta gravissima de um militar, fora as comparaçoes de baixo nivel, vai procurar o caminhao de circo que vc caiu……..

    1. Vamos lá querem nos fazer crer que um Almirante no alto de toda sua experiência recebeu um pacote da delegação Saudita sem saber o que tinha dentro pois em sua bagagem e veio embora? E se fosse Droga? e se fosse algo ilícito? e Outra, se ele não sabia o que tinha dentro por que fez tanto esforço para liberar a bagagem? E por que as joias estavam dentro de uma escultura de um cavalo? Por que esse presente em uma cerimônia pública que é a Praxe? Esse povo pensa que a gente é idiota?

  2. Olha que o decrescimo falou no
    recente passado. Quando a sujeira varrida por debaixo do tapete o Ex presidente Jair Messias Bolsonaro o falso Messias Começar aparecer ,Lula vai acabar sendo um santo perto do Bolsonaro. O tempo é o senhor absoluto da razão.

  3. receita zelosa, reportagem oportuna em quanto tempo?
    Para quê? para onde? a quem?
    Joias, Ianomâmis, 130 m passando fome, 08/10, mst e silencio, julgamento, provas(video e audio) proibidas, imagens da festa…
    Quanto tempo isso conseguirá se sustentar se já começaram brigar entre eles.

  4. Militar bom, é militar submisso, foi o que eu aprendi, o que é lamentável.
    Não sou melhor que ninguém, mas todas as vezes que me meti a besta de peitar autoridades por cometerem delitos, fui perseguido.
    Uma vez, apontei o transporte de madeira roubada da minha Unidade e com o uso do transporte da Força para a fazenda particular de um Ten Cel; outro caso, como fiscal de recebimento de Máquina nova e que não estava funcionando, a empresa pensou que eu estava jogando duro para ganhar “um” também (depois de consertar a pane, abriu o jogo sobre o esquema); como fiscal, ao quererem que eu recebesse material restaurado que nem tinha sido avariado; fora testemunhar de tiroteio entre oficiais em que foi tudo abafado para o oficial general de 2 estrelas poder ganhar mais uma (e ganhou).
    Enfim, só me dei mal por apontar erros. Tive muitos aborrecimentos. muitas vezes paguei na covardia com conceitos baixos das mesmas chefias que eu apontava o erro, apesar de nunca ter sido prejudicado na carreira, pois, se fosse, eles sabiam que eu iria para justiça.
    Por que estou falando isso? porque o nosso meio, apesar da estabilidade, favorece o aparecimento de um monte delitos que são acobertados pela falta de transparência. O rapaz da receita, só conseguiu, porque não é militar, se fosse seria perseguido.

    1. Concordo contigo!! É Assim mesmo. Se denunciar erros, será perseguido em nome da “hierarquia e disciplina”, pilares usados covardemente para calar quem não concorda com as coisas erradas.

      Felizmente, hoje já se aceita denúncia anônima, desde que bem fundamentada e com indicação de elementos que forcem a OM apurar.

      Digo felizmente, porque os primeiros fiscais da Administração Pública devem ser todos os administrados – servidores, militares.

      Não façam vista grossa, façam denúncia anônima e estarão contribuindo para eliminar os ratos.

    2. Eu sargento técnico da seção de informática, enviava toda semana relatórios de acesso a internet ao meu chefe, quando aparecia algo de sub pra baixo ele levava ao subcomandante, quando apareceu algo sujo de mais de 3 oficiais no relatório, meu chefe simplesmente rasgou o relatório na minha frente e me deu dispensa, no outro dia cheguei pra trabalhar e a internet da Vivo não estava funcionando, fui olhar e trocaram o HD do servidor de internet, sei disso porque eu sempre fui organizado, tinha tudo anotado e o número de série do HD que estava no servidor era diferente do que eu tinha instalado além do tamanho do HD, o original era de 1TB e o que estava no dia que cheguei era de 500GB, resumindo, fui perseguido, assediado até ser desincorporado porque a junta médica não me deixou voltar a trabalhar porque falei ao meu chefe que iria levar todo fato ao subcomandante. Resultado, tive que procurar um advogado pra ser reintegrado e até hoje sofro as consequencias de querer enfrentar o corporativismo dos oficiais, mas formalizei uma denúncia no MPF e juntei provas, o caso está correndo sob sigilo.

  5. Mais um oficial-general no olho da Justiça e da PF para responder por seus atos. Se pegar mais de 2 anos na Justiça federal, o Processo na STM e pro forma.

  6. Seus homens de pouca fé! Quantas vezes alguns de vocês já não receberam pacotes com joias milionárias! Nosso chefes apenas estão fazendo na vida pública o que rotineiramente fazem na privada!

  7. Vcs perceberam que depois da tradição praticada contra os Praças as Casas Desses semideuses começaram a ruir. Pensamos que o fundo do poço foi em 8/01, mas acho que vai além.

  8. ….Padre fake apoiando na campanha, na maior cara de pau e também o pastor fala fina e estridente (se caracteriza uma tortura suportar a voz dele por mais de 10 segundos). Outro que sumiu foi o babão Zé Carioca.

  9. o home é uma lagartixa, perde a cauda mas preserva a vida ou, almirante, coronel, sargento, tem um batalhão envolvido …mas se a PF apertar um pouquinho, pode ter mais rabo de lagartixa solto.

    1. A conduta não foi Contrabando – entrar no território nacional com material proibido -, pois trata de descaminho, pois não passou pela aduana para que se impor taxação, se o bem for Particular e acima do limite estabelecido.

      1. … claro se for considerado particular, muito embora tenha acórdão do TCU que define esses bens recebidos, um apreendido e outro no acervo pessoal – ombro arma – como bem público, dai envolve peculato – apropriação Indébita de servidor público -.

  10. Tudo isso tem vários nomes (Ambição, Malandragem e Pouca Vergonha na Cara). Infelizmente, se comprovado algum Crime, certamente, todos os envolvidos não receberão a devida punição. Basta observar que temos um Presidente da República Criminoso condenado em 1ª e 2ª Instância, que foi livrado por um ministro Militante/Amiguinho.

  11. Falei lá atrás aqui se faz aqui se paga é a lei do retorno, principalmente daqueles que pensaram somente no seu bolso, umbigo na lei 13.954. Não é eu é a lei do retorno. Assim como para muitos que vem desmerecer os outros e achando que são melhores, cuidado a lei do retorno para alguns já chegou. Lá atrás falei assim:. Lula promoveu os taifeiros a sub tenente até na reserva e não teu a paridade aos sargento QEs. Bem foi preso. A Dilma promoveu o pessoal da ativa e deixou o pessoal da reserva de 2001 a 2013 e foi Destuída do cargo Acredito até enganada pelo superiores que dizerem que não tem amparo legal Promover gente na reserva,mas e os taifeiros podem? Bem também falei da lei 13.954. De o ex presidente Jair Messias Bolsonaro nem receber o pessoal e nem ouvir ninguém. Falei aquilo se faz aqui se paga. O tempo é o senhor absoluto da razão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo