Ajudante de ordens de Bolsonaro mandou ofício para reaver joias. Veja

Joias Michelle Bolsonaro

Mauro Cid assinou documento vindo do Gabinete Pessoal do Presidente da República para autorizar retirada de joias, mas não tinha atribuição

Mariah Aquino
Um ofício enviado pelo gabinete da Presidência da República, datado de 28 de dezembro de 2022, mostra que o ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) agiu na tentativa de recuperar as joias vindas da Arábia Saudita para a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro. O documento é assinado pelo tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, braço direito de Bolsonaro.

De acordo com o blog da Andréia Sadi, da TV Globo, que teve acesso ao material, Mauro Cid não teria atribuição legal para determinar a incorporação dos bens. Isso porque incorporar um presente de Estado seria atribuição do gabinete de Documentação Histórica da Presidência da República, e não de um ajudante de ordens do presidente.

No documento, há a relação de itens a serem retirados da Alfândega do Aeroporto de Guarulhos: as joias, compostas por colar, par de brincos, anel e relógio de pulso da marca Chopard, além de uma miniatura ornamental de um cavalo. Mauro Cid diz que autoriza que os bens sejam retirados pelo representante Jairo Moreira da Silva.

O primeiro-tenente da Marinha embarcou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) no dia seguinte, 29 de dezembro, para tentar retirar pessoalmente os itens. Os servidores da Receita Federal, porém, não cederam.

“Os bens acima descritos foram ofertados ao presidente da República pelo Reino Unido da Arábia Saudita na Cerimônia de ‘Lançamento da Iniciativa Oriente Médio Verde’, ocorrida no período de 20 a 26 de outubro de 2021, conforme demonstra pelos documentos anexos”, conta o documento.

“Por ocasião do regresso ao Brasil e foram retidos na Alfândega do Aeroporto de Guarulhos, São Paulo. Foram meses para obter os documentos comprobatórios, tal como exigido pela Nota Executiva da Receita Federal, ora anexados a esse ofício”, continua Cid.

Veja o ofício:

Reprodução

ofício bolsonaro joias

15 respostas

  1. É so uma questao de tempo para a galera dos politicos “cristaos” e militares irem todos para a cadeia. Tudo oilantra e vem querem pagar moral.

    1. Polícia Federal descobre que segundo pacote de joias sauditas foi listado no acervo privado de Bolsonaro
      Investigadores tiveram acesso a documento que mostra que itens foram entregues no Palácio da Alvorada como acervo privado.
      Por Camila Bomfim, GloboNews — Brasília

      Já sei, vão colocar a culpa no servidor que cometeu um erro na digitalização ( parafraseando o VPR quando do preenchimento de ficha para se candidatar), ou outra desculpa de recruta qualquer.

  2. Esse aí já era, para se safarem – o Bozo e o “Alte. Inativo” (segundo reportagem um mentiroso nato) – vão acabar jogando tudo no colo Deste ” Chaleira-Mor” ou “Baba-Bagos” o que não duvido.

  3. A vaidade e arrogância, aliados a falta de consciência republicana dos Envolvidos assusta e escarnece do povo brasileiro. A senhora é tão vaidosa que acredita que o Sheikh se afeiçoou de tal maneira por ela que lhe deu um presente. Não era dela, não sabia, não pediu…só tentaram reaver tantas vezes pra iniciar o processo para entrar no inventário da presidência, depois de sair do governo.
    Como são pessoas religiosas, não mentem e não cometem pecados capitais, dou uma dica a PF, prendam o tal Cid, era ele queria reaver as joias.

    Mesmo não sabendo de absolutamente nada, agora a conversa mudou: se não for minha, devolva a quem deu.

    Cadeia é pouco…

  4. O que se tira dessa história (por enquanto)?

    1) Os militares estão envolvidos dos pés à cabeça e ficaram Irremediavelmente sendo chamados de corruptos ( os comentários que eu tenho lido na imprensa é que todos nós somos “171”); e

    2) As FFAA não podem apoiar políticos, principalmente pessoas de baixa moralidade e com um histórico de complementar o salário fazendo falcatruas. É só acompanhar, tratava-se de uma pessoa que, no exército, foi garimpar para ver se ficava rico; quando parlamentar, usou do artifício das raspadinhas e; agora, com o aparelhamento das instituições federais para favorecer a si, os filhos, a mulher e seus protegidos.

    Espero, sinceramente, que tenhamos aprendido a lição.

  5. Se empenharam a fundo para reaver as jóias avaliadas em 16.500.000,00, mas o agente da RF achou melhor rete-las, seguiu a legislação, estando de parabéns, pois a pressão foi grande. Agora a Polícia Federal, que não brinca em serviço, está na jogada.

  6. é tudo uma armação da Grobu! São bijuterias compradas por comunistas e colocadas inadvertidamente nos pertences da excelentíssima sra. primeira dama irmã apóstola Micheque apenas para fazer crer que nosso amado líder patriota Messias estaria interessado em alguns milhões de dólares. Todos sabemos que ele não precisa destes valores pois tem dinheiro suficiente para comprar dezenas de imóveis a vista! ObriGADO!

  7. Só lamento aos militares que macularam sua Carreira militar em detrimento de um cargo em apoio a um presidente da República Insano. Agora devem responder na justiça pelo seus atos

  8. Esse TC Sid é uma figura. Como o cara manda um Ofício para a Receita dizendo que “autoriza” a retirada das jóias? Quem ele pensa que é? Pensa que a Receita está subordinada a ele? É cada figura viu. Mas enfim, estamos cada vez mais vendo que os dedos que Bolsonaro apontava para os outros…poderia igualmente ser apontado para ele.

  9. Depois o “mito” vem com as lorotas dizendo que no governo dele não teve corrupção.
    o que será que ele prometeu aos homens em troca de uns presentinhos de 16 milhões?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo