Exércitos refletem as respectivas sociedades

lista-forcas-armadas-20120615-05-original-e1470659523170

Trabalha-se para juntar cacos e superar a desconfiança mútua. Vai depender das circunstâncias

William Waack
Não há nada de original acontecendo com as Forças Armadas brasileiras. Vale lembrar o que escreveu em 1921 o fundador do Exército Vermelho, Leon Trotsky, intelectual que virou comissário da Guerra na revolução bolchevista: “Todos sabemos que um exército não é algo externo a uma sociedade dada, mas reflete todos os seus aspectos, tanto os fracos quanto os fortes”.

Os eventos em torno do 8 de janeiro são parte de um aspecto mais abrangente, o de que indivíduos conduzindo instituições mergulhadas na luta política acabam atuando ao sabor das circunstâncias. É o que vale também para o STF (e o TSE): vendo-se num confronto “existencial”, pois enxergavam (com razão) no bolsonarismo a intenção de destruí-los, tribunais superiores engalfinharam-se na luta política de curtíssimo prazo, ainda que ministros digam que só obedeciam a “princípios jurídicos”.

Mas todo mergulho no redemoinho político é incontrolável e o das Forças Armadas trouxe para elas duas graves consequências: a corrosão da disciplina e hierarquia promovida por um ex-capitão que via no caos suas melhores chances políticas.
Mas todo mergulho no redemoinho político é incontrolável e o das Forças Armadas trouxe para elas duas graves consequências: a corrosão da disciplina e hierarquia promovida por um ex-capitão que via no caos suas melhores chances políticas.
O que levou ao engajamento político do Exército especialmente a partir de 2018 (ainda antes das eleições) não era o intuito de “tutelar” a Nação. Mas, sim, a noção entre seus principais comandantes de que o tecido social se esgarçava perigosamente em função da corrupção dos dirigentes políticos, da disfuncionalidade e da baixa representatividade do sistema político – sem que os militares tivessem nem sequer o contingente necessário para eventualmente garantir lei e ordem.

Nesse sentido, Jair Bolsonaro não foi uma escolha mas uma circunstância considerada então “fortuita” pelos comandantes militares para estabilizar o País que, na visão deles, estava à mercê de decisões monocráticas do Judiciário e à beira do caos (greves de caminhoneiros e PMs), e vivendo a indignação causada pelos escândalos de corrupção dos governos petistas. Não foi à toa que às vésperas do pleito de 2018 o então chefe de Estado-Maior do Exército virou assessor do presidente do STF.

Mas todo mergulho no redemoinho político é incontrolável e o das Forças Armadas trouxe para elas duas graves consequências: a corrosão da disciplina e hierarquia promovida por um ex-capitão que via no caos suas melhores chances políticas. Com danos inevitáveis à própria imagem, pois a credibilidade reconquistada a partir de 1985 baseava-se numa percepção de “neutralidade” institucional das Forças Armadas que o “fortuito” Bolsonaro arrasou.

A tal “volta à normalidade” e “pacificação” se dão agora num ambiente no qual se reitera o respeito às instituições, o que pressupõe o controle civil sobre os militares – mas sem que se enxergue em Lula a autoridade proporcionada por uma efetiva liderança nacional. Trabalha-se para juntar cacos e superar a desconfiança mútua. Vai depender das circunstâncias.

ESTADÃO/montedo.com

5 respostas

  1. “ O EXÉRCITO NÃO É ALGO EXTERNO A UMA SOCIEDADE ; REFLETE ASPECTOS DE FRACOS ,FORTES , TRAÍRA S (* ) – leon trotsky.
    “ eXERCITO : é sO SUCATEAR “ José Dirceu.
    ´´ eXÉRCITO NÃO SÃO O QUE ELES PENSAM SER “ luis Inácio Lula da Silva.
    “ EXÉRCITO SERVEM PARA O QUÊ . vARRER RUA ,PINTAR ÁRVORE ,PARA NADA ETC… “ Falam revoltados ,indignados ,decepcionados em alto em bom tom as massas ensandecidas . Povo brasileiro por todo o País.

    Caros amigos de comentários do Montedo. As frases acima citadas são algumas das muitas que estão sendo mostradas nas mídias ,redes sociais etc~~~~ tem muitas e muitas bastante fortes e chocantes desferidas contra a instituição militar e militares.

    Sinceramente falando ,mesmo para um simplório comentário fazer qualquer assertiva seja pra que lado for : direita, esquerda , centro , acima , embaixo . Não tem como. Eu só consigo ver o caos que o Brasil se atolou, covardia ,hipocrisia etc….

    Os tais poderes constituídos , cheios de políticos corrompidos na politicagem dominante . Vão pacificar quem e o quê. Será que tem alguém ,nessa altura da desordem ,desgoverno espera ,acredita nesta tal desmoralizada democracia brasileira em que a constituição as leis foram rasgadas . mOVIMENTA-SE EM DIREÇÕES CEGAS COM PASSOS LARGOS ACELERADOS DOS ABISMOS INFINITOS.

    bRASIL , BRASIL , BRASIL PÁTRIA AMADAS , JUNTO COM TEUS FILHOS EM CHOROS E LAMENTAÇÕES ,COM TODA SUA GRANDEZA FOSTE CORTADA , ESQUARTEJADA , MORTALMENTE FERIDA. DE ONDE VIRÁ O TEU SOCORRO . MERECES ESSE CASTIGO . FOSTE ABANDONADA POR DEUS ??? .

  2. Depois De Todos Os Episódios Que Assistimos, Não Vejo Uma Saída. Ainda não vejo sequer o túnel! Não Acredito Na Política Brasileira E, Portanto, sempre esperei que surgisse na política uma Pessoa diferenciada, um Líder nato, altamente articulado, dotado de grande empatia e irretocável conduta! Com moral forte, Que Pudesse Conduzir A Sociedade com maestria na direção do eu desenvolvimento. O Legislativo Se Alinharia A Esta Imaginada Pessoa Que Em 10 Ou 15 Anos Guindaria O Brasil Para O Lugar Que Deveria Estar, Mesmo Com O Voto Sendo Obrigatório para uma parte do eleitorado sendo Analfabeta Total E outra analfabeta Funcional . Nesta Época Não Imaginava Que O Judiciário Poderia Fazer O Que Fez. Contudo, Se Aquele Líder Estivesse No Comando Da Nação nos dias passados e nos dias atuais, Este Poder Ficaria Isolado E voltaria para o seu leito de conduta, ou seja, Despolitizado. Infelizmente O Bolsonaro Não Foi Este Líder. Ele Não Conseguiu Pelo Simples Fato De Que Não É Líder. Em Verdade Ele É Um Liderado. Foi Liderado Pelos Filhos, Pelos Generais Que O Cercaram E Por Alguns Políticos Próximos. Não Digo Que Seus Filhos, Os Generais E Os Políticos Não Lhe Foram Fiéis! É Que Para Os Liderados As Opiniões Que Lhe Chegam Aos Ouvidos Confundem A Sua Conduta e ele perde o foco. Ademais, o ex-presidente é um “língua solta”! Uma pessoa sem equilíbrio. Torci por ele! No Que Ele Nada Sabia, A Economia Como Ele Mesmo Dizia, Deu Certo E O País Agora À Beira De Um Grande Salto Rumo Ao Crescimento Baseado No Desenvolvimento econômico, Ruma Para Outro Abismo: Aquele Que Todos Já Vimos, Mesmo Que Alguns Não Admitam. Assim, lamentavelmente não vislumbro, mesmo no longo prazo, uma saída para o pobre povo brasileiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo