Escolha uma Página

No início do mês, o almirante Almir Garnier e um grupo de convidados viajou à Itália para participarem de uma cerimônia militar

Desde os 10 anos de idade no ambiente da Marinha, Garnier disse que a mudança na Defesa foi surpresa. Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Robson Bonin
Comandante da Marinha, o almirante Almir Garnier viajou de FAB para a Toscana no início de maio. Levou a mulher e convidados a uma cerimônia militar, como mostram fotos do evento. Exército e Aeronáutica também mandaram oficiais à Itália, mas só Garnier dispensou o tédio do voo comercial para voar no jato exclusivo — o que provocou constrangimento na cúpula militar do governo.
Como o avião da FAB tem pouca autonomia de voo, Garnier e seus convidados fizeram 11 escalas na viagem. Depois dos três dias na Toscana, rolou uma esticada de quatro dias na Turquia para uma “missão oficial”. Na volta, o grupo ainda passou um dia em Lisboa.
RADAR(Veja)/montedo.com

Skip to content