Escolha uma Página

O comandante do Exército Brasileiro, general Paulo Sério Nogueira de Oliveira, esteve em Santa Maria na noite de segunda-feira. Ele participou de uma cerimônia sobre os 100 anos dos blindados no Brasil. Além de falar sobre os veículos, o general também comentou o destino da Escola de Sargentos das Armas (ESA), que foi anunciada para Recife no último mês.
– Um processo que levou dois anos, em que vários aspectos foram levantados. As três cidades finalistas, todas estavam muito bem. Um ou outro fator que pesou. Foi há um mês, fechamos com a guarnição de Recife, mas Santa Maria e Ponta Grossa estão prontas para qualquer projeto. O voto dentro de uma maioria, a gente respeita muito. As três estavam igualdade de condições. Talvez Recife tenha pesado um pouquinho pela geografia. O Nordeste ter essa oportunidade de ter uma escola, já que o grosso das escolas do EB estão no Sul e Sudeste – disse.
Comandante militar do Sul, o general Valério Stumpf Trindade também falou sobre a decisão. Segundo ele, Santa Maria é um local muito procurado pelos militares.
– Foi uma decisão do alto comando do Exército, que eu me solidarizo e defendo também. Nosso pessoal gosta de servir em Santa Maria. Não temos nenhuma dificuldade. Parte da lógica da ESA não ter ficado em Santa Maria é a gente desconcentrar forças. Tendo a nova ESA no Nordeste, temos maior presença nacional – afirmou.
O ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, também esteve na solenidade. Entretanto, ele não falou com os veículos de imprensa.

DIÁRIO DE SANTA MARIA/montedo.com

Skip to content