Escolha uma Página

A escolha da cidade que receberá a futura Escola de Sargentos (ESA) começa a ser definida nesta quarta-feira (11). O assunto está na pauta da reunião do Alto Comando do Exército (RACE) que ocorre esta semana em Brasília e vai até sexta-feira (13).

Candidata de última hora
Além das três cidades já cogitadas – Santa Maria (RS), Ponta Grossa (PR) e Recife (PE) – Londrina, no norte paranaense, entrou no páreo recentemente. O investimento previsto é de R$ 1,2 bilhão e a estimativa é que sejam movimentados cerca de R$ 300 milhões anuais na cidade escolhida após a implantação da escola.

Decisão pode ser política
Após a indicação do Alto Comando, a decisão caberá ao Comandante do Exército. Entretanto, não é improvável que haja interferência política por parte de Bolsonaro, que mantém excelentes relações com o governador paranaense Ratinho Júnior (PSD) e tem no mandatário gaúcho Eduardo Leite (PSDB) um potencial concorrente à sucessão presidencial. Por sua vez, Paulo Câmara, que governa Pernambuco, pertence ao PSB, partido de esquerda e tradicional aliado do PT.

Skip to content