Escolha uma Página

Vice-presidente foi questionado sobre denúncias de irregularidades em negociações para a compra de vacinas contra a Covid-19

Mayara Oliveira
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), disse nesta quarta-feira (30/6) que o Ministério da Saúde “sempre foi um lugar onde a corrupção andou”.
Mourão foi questionado por jornalistas, na saída de seu gabinete, no Palácio do Planalto, sobre as denúncias de irregularidades em negociações para a compra de vacinas contra a Covid-19 (leia mais abaixo).
“O Ministério da Saúde sempre foi um lugar onde a corrupção andou lá dentro, né? E você não consegue, da noite para o dia, desmanchar uma estrutura que se encontra lá dentro. Então, eu vejo que isso é responsabilidade dos gestores que têm de estar atentos a isso o tempo todo”, afirmou.
O vice-presidente foi perguntado sobre o relato do deputado Luis Miranda (DEM-DF), de que teria levado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) as suspeitas de corrupção envolvendo as negociações de importação da Covaxin.
Na semana passada, durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, Bolsonaro confirmou que se reuniu com Miranda, mas ressaltou que o parlamentar não apresentou denúncias.
“Eu nunca soube que alguma coisa estivesse ocorrendo lá dentro do Ministério da Saúde, não é? E eu acredito que o presidente, quando tomou conhecimento, ele acionou o ministro, que era o [Eduardo] Pazuello [ex-ministro da Saúde], para que ele investigasse o que que estava acontecendo – que seria a mesma reação que eu teria, né?”, disse Mourão.
METRÓPOLES/montedo.com

Skip to content