Escolha uma Página
Um dia depois de assistir um de seus pilotos ser queimado vivo pelo Exército Islâmico e as imagens serem difundidas para um mundo horrorizado,  o rei Abdullah da Jordânia agiu de forma rápida e decisiva.
Primeiro, ele executou dois terroristas prisioneiros, que seriam trocados pelo piloto executado. Depois, Abdullah, que é piloto de combate, teria comandado pessoalmente uma missão de ataque contra as posições do EI na Síria.

Skip to content