Escolha uma Página
Ao todo, 21 balsas ficarão posicionadas nas orlas do Rio e Niterói.
Esquema envolve Capitania, Bombeiros, prefeituras e empresas privadas.
Embarcações serão divididas por tamanho na orla (Foto: Divulgação / Marinha)
Do G1 Rio
A capital fluminense já se prepara para receber o ano de 2014 e, para que a tradicional queima de fogos seja realizada com segurança, a Capitania dos Portos faz, nesta sexta-feira (27), uma inspeção nas balsas que transportam os explosivos. A ideia é evitar a presença de embarcações que não atendam aos requisitos de segurança da Marinha.
Ao todo, 21 balsas ficarão posicionadas em toda a orla do Rio e Niterói, com auxílio de 14 rebocadores. Serão 11 embarcações em Copacabana, cinco no Flamengo e outras cinco na Praia de Icaraí.
A segurança envolve um helicóptero, um navio patrulha, 20 embarcações menores e 110 militares. Coordenadas pela Capitania dos Portos, equipes Corpo de Bombeiros, as prefeituras do Rio e Niterói, a Riotur, a Niterói-Empresa de Lazer e Turismo S/A (Neltur) e empresas privadas dão apoio à operação.
Outra atribuição da Marinha é organizar os nove cruzeiros e as 250 embarcações de turismo náutico, de esporte e recreio, que ficarão estrategicamente posicionados no mar de Copacabana para acompanhar a queima de fogos.
Uma novidade deste ano é um Centro de Coordenação da Capitania dos Portos e do Corpo de Bombeiros a bordo de um navio patrulha para ações de salvamento. Outra ação nova é a separação dos espectadores por tamanho para evitar acidentes durante a retirada após o espetáculo. (R. A.)
G1/montedo.com
Skip to content