Escolha uma Página
Continua repercutindo na mídia a notícia dada em primeira mão pelo blog. Confira:

Força Militar: Soldado perde a guerra
MARCO AURELIO REIS
O pedido de baixa da primeira oficial aviadora da FAB, está sendo entendido como mais uma derrota dos soldos militares para os vencimentos pagos pelo governo a servidores civis. Supertreinada, ex-aluna do Colégio Militar de Salvador, tenente Fabrícia Souza Aguiar Oliveira passou em concurso para Controladoria Geral da União. No novo emprego vai ganhar como salário inicial R$12.960, quase o dobro do que recebe hoje ou valor muito próximo ao que ganharia no topo da carreira.

Leia também:
Primeira Aviadora da FAB pede as contas e vai para a CGU

“Passa a impressão de desilusão total com a aviação”, avalia uma fonte, repetindo o que a Coluna ouviu durante a semana. Como desilusão entende-se baixos vencimentos somados a indefinições sobre o reaparelhamento (a compra de novos caças da FAB não tem data para ser concluída). Nem o reajuste de 9,2% previsto para março tem animado a tropa.
O Dia/montedo.com
Skip to content