Escolha uma Página

Venda de caças Rafale à Índia não deve influenciar o Brasil

O caça francês Rafale (Reuters)
Leticia Constant
Depois que o governo da França anunciou a abertura de negociações exclusivas com a Índia para a venda de 126 caças Rafale, o ministro da Defesa, Gérard Longuet, declarou que o sucesso da transação pode ser um precedente útil para o Brasil, já que até agora nenhum Rafale foi vendido fora das fronteiras francesas. O otimismo do ministro não é totalmente compartilhado por Antônio Jorge Ramalho da Rocha, especialista em Defesa do Instituto de Relações Internacionais de Brasília. Ele acha que a aquisição da Índia pode aumentar a confiança do projeto para o Brasil, mas não acredita que terá uma influência de grande impacto na decisão final.
rfi/montedo.com

Leia também:FX-2: Após vender Rafale para a India, franceses esperam fechar negócio com o Brasil

Skip to content