Escolha uma Página
Assembléia Legislativa da Bahia é cercada por viaturas e tem luzes desligadas para desocupação de PMs
Começaram as primeiras ações para a desocupação da Assembleia Legislativa da Bahia, ocupada pelos policiais militares desde o início da paralisação, no dia 31 de janeiro. As luzes do prédio foram desligadas e todo o local está cercado por viaturas. Helicópteros da Guarda nacional também estão rondando a área.
Os quarenta homens do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (PF), considerada a “tropa de elite” da corporação, que chegaram neste domingo, 05, na capital baiana para cumprir 11 mandados de prisão dos 12 expedidos pela justiça, ainda não estão no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na Avenida Paralela, onde funciona a AL.Os responsáveis pela ação de desocupação da Assembleia pediram aos PMs que não recebam os agentes com violência, afirmando que todo o processo de desocupação será feito de forma pacífica ainda nesta noite.Os policiais que estão amotinados acreditam que a ação não será violenta porque, além deles, seus familiares, entre crianças e mulheres, estão no prédio, que concentra em torno de 350 pessoas.Hoje, o presidente da AL, Marcelo Nilo, solicitou apoio ao general do G. Dias, comandante das forças de segurança na Bahia, na 6ª Região Militar do Exército, para a retirada dos policiais militares até a meia-noite deste domingo.
Os quarenta homens do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (PF), considerada a “tropa de elite” da corporação, que chegaram neste domingo, 05, na capital baiana para cumprir 11 mandados de prisão dos 12 expedidos pela justiça, ainda não estão no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na Avenida Paralela, onde funciona a AL.
Os policiais que estão amotinados acreditam que a ação não será violenta porque, além deles, seus familiares, entre crianças e mulheres, estão no prédio, que concentra em torno de 350 pessoas.
Hoje, o presidente da AL, Marcelo Nilo, solicitou apoio ao general do G. Dias, comandante das forças de segurança na Bahia, na 6ª Região Militar do Exército, para a retirada dos policiais militares até a meia-noite deste domingo.
A Tarde/blog do Lobo/montedo.com
Skip to content