Escolha uma Página

A capital do Ceará, Fortaleza, vive um dia de tensão após boatos de arrastões serem espalhados pelas redes sociais.
No áudio abaixo, a repórter da Folha Flávia Marreiro conta que o medo se espalhou pelas lojas, quiosques, barracas na praia e até restaurantes. Todos fecharam antes do meio-dia.
Desde o dia 29 de dezembro, policiais militares e os bombeiros estão em greve. Eles reivindicam reajuste salarial, jornada de trabalho de 40 horas semanais e mudança no sistema de promoções.
“A capacidade de multiplicação dos boatos ganha uma escala difícil de ser controlada”, afirma Flávia. A jornalista ressalta que as mensagens divulgadas indicam os locais e horários onde ocorrerão os assaltos, como se os bandidos fossem avisar os seus alvos”, diz.
 
Folha.com/montedo.com
Skip to content