Escolha uma Página
Escolta para Bolsonaro
Ancelmo Góis
O deputado Jair Bolsonaro foi hostilizado hoje por universitários, na UFF, em Niterói, RJ, e buscou refúgio em um carro da Polícia Militar. Apesar de seus críticos serem meros estudantes, Bolsonaro recorreu até à companhia de um segurança armado para deixar o local.
O político, famoso por criticar o movimento gay, estava em uma palestra na faculdade de direito. Dois vereadores de Niterói, Renatinho (PSOL) e Leonardo Giordano (PT), aproveitaram a oportunidade e foram até lá entregar ao deputado federal duas moções de repúdio aprovadas contra ele, pela Câmara de Vereadores da cidade.
Tudo por conta das declarações “homofóbicas e racistas”, como classificam os autores das moções, dadas este ano no programa CQC, da Band.
Bolsonaro, sempre polêmico, não titubeou e rasgou as moções.
O clima fechou. O deputado saiu do campus sob vaias, protestos e até xingamentos, feitos por dezenas de alunos. Restou-lhe, pedir ajuda à PM.
Veja o vídeo:
Skip to content