Escolha uma Página
Nelson Jobim planeja modificar currículo das Forças Armadas
Em quatro anos Jobim planeja modificar a formação dos militares 
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, decidiu atualizar a formação política dos oficiais das Três Forças. A ideia é substituir conceitos da Guerra Fria, que deram a base ideológica para o regime de 64. Embora o país já tenha completado três décadas de democratização, até hoje as academias militares resistem à ideia de que as Forças Armadas devam ser inteiramente subordinadas às decisões do Poder Civil e alguns chegam a defender o período autoritário. Recentemente, na formatura de uma turma de cadetes que escolhera o general presidente Emílio Médici como patrono, Jobim enfrentou reações indisciplinadas ao fazer a defesa do estado de direito.
Agência Senado

Comento:
Sejamos sinceros: os altos coturnos estão colhendo o que plantaram. Como dizia minha avó “quem muito se abaixa, o fundilho aparece”. Deu no que deu. Pelo que foi veiculado na imprensa, os generais não o aplaudiram em seu discurso na AMAN. Em outras épocas, os militares eram proibidos de aplaudir discursos, pois tais manifestações de apreço poderiam dar margem à eventuais manifestações de desapreço. Hoje, a falta do aplauso virou “reação indisciplinada”. Que tempos!
Skip to content