Escolha uma Página
Força Militar: Saito, única dúvida, fica na FAB
MARCO AURÉLIO REIS
Convite feito, missão aceita. Os três comandantes das Forças Armadas ficarão em seus postos, pelo menos neste primeiro ano de governo da presidenta Dilma Rousseff. A única dúvida girava em torno da permanência do brigadeiro Juniti Saito.
Paulista de Pompeia, 68 anos, Saito tinha nos bastidores até um sucessor indicado, o brigadeiro Cleonilson Nicácio Silva, recém-nomeado ministro do Superior Tribunal Militar. Saito sairia por motivos pessoais. Mas, ontem, a FAB oficializou que ele ficará no cargo após o convite da presidenta, e a sucessão de comando, quando for o caso, ficará com o oficial cinco estrelas* mais antigo na ocasião.
Não disseram, mas Saito estará no cargo quando for fechada a aquisição de 36 caças, destinados a modernizar a frota da FAB. Adiada inúmeras vezes, a decisão é esperada, agora, para ocorrer até abril.
Ministro da Defesa francês, Alain Juppé disse esta semana estar confiante na vitória do Rafale, da Dassault. Ignorou, inclusive, informação vazada pelos Estados Unidos de que Saito teria preferência pelo F-18 Super Hornet, da norte-americana Boeing.
O DIA ONLINE
* Nota do blog: não existem oficiais de cinco estrelas (marechal) em tempo de paz. O autor equivocou-se.
Skip to content