Escolha uma Página
Vilas Militares testadas para Jogos Mundiais da Paz

Principal evento teste dos 5º Jogos Mundiais Militares, o 45º Campeonato Mundial Militar de Tiro realizado no Centro Nacional de Tiro Esportivo Tenente Guilherme Paraense (CNTE), serviu também como avaliação dos serviços que serão oferecidos aos participantes dos Jogos da Paz. Em especial, aos atletas que ficarão alojados nas Vilas de Atletas, que estão sendo construídas especialmente para a competição.
Os 288 participantes do 45º Mundial Militar de Tiro, entre atletas, dirigentes e árbitros, ficaram hospedados no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), na Avenida Brasil. O local funcionou como uma minivila e adotou os mesmos procedimentos que serão seguidos em julho de 2011, durante os 5º Jogos Mundiais Militares.
“O Mundial Militar de Tiro realmente serviu como teste para as vilas. A Vila CEFAN foi um sucesso. Atletas e dirigentes com experiência em diversas competições internacionais elogiaram as acomodações e os serviços prestados durante todos os dez dias que abrangeram o Mundial. No entanto, vamos trabalhar com cerca de 7.500 pessoas durante os Jogos, número quase trinta vezes superior”, ressaltou o gerente de Operações das Vilas, Cel Menna Barreto.
O Gerente aproveitou para destacar o alto padrão dos serviços de governança realizados pela empresa Cardeal, que foi motivo de referência de todas as delegações, a agilidade e eficácia do Help Desk, o Clube CISM, e a lavanderia.
“A Lan House do Clube CISM teve grande procura para os que não tinham laptop. Os que tinham aproveitaram a rede sem fio que a organização disponibilizou, o que serviu como validação daquilo que se pretende fazer nas Vilas em 2011. A lavanderia teve uma procura intensa desde a chegada das delegações e o atendimento foi adequado e oportuno”, explicou.
No entanto, para aperfeiçoar o funcionamento das Vilas Branca, Verde e Azul durante os Jogos da Paz, alguns quesitos foram listados e serão melhorados. Detalhes que fazem a diferença, considerou o Coronel: “Pequenos problemas foram identificados e serão sanados. Como, por exemplo, os sacos utilizados na lavagem de roupas que eram de má qualidade, e o acesso à internet no Clube CISM que, por vezes, era lento”.
Para o Coronel Menna Barreto, a visita dos três subprefeitos das Vilas de Atletas durante o Mundial Militar de Tiro foi o ápice da competição. Acompanharam e analisaram a rotina de gestão da Vila CEFAN: o Comandante Luiz Abraão de Medeiros, do CIAMPA, subprefeito da Vila Branca, o Major Érico Peixoto, do 31º GAC, responsável pela Vila Verde e o Tenente Coronel Ronaldo Costa da Silva, do PAAF, responsável pela Vila Azul.
“Essa visita foi importantíssima. O trabalho dos subprefeitos das Vilas será intenso durante os Jogos Mundiais Militares. O engajamento de todos é importante. Eles serão responsáveis por gerir e fiscalizar todos os serviços. Não será um trabalho fácil”, adiantou.
Cada Vila Militar receberá cerca de 2.500 pessoas. Os projetos atendem as orientações ambientais do município do Rio de Janeiro, que exige a preservação da mata nativa, e contemplam todas as exigências do CISM. Serão 106 edifícios com 1206 apartamentos de quatro quartos. Cada imóvel terá aproximadamente 100m².
Pauta Livre
Skip to content