Escolha uma Página
Força Militar: R$ 1.053 para sargento

 POR MARCO AURÉLIO REIS
Rio – O terceiro-sargento da reserva do Exército Cirlei Bernardo dos Santos conseguiu na Justiça a devolução de todas as tarifas bancárias que estavam sendo descontadas de sua conta salário no Banco Real. Vai receber de volta R$ 1.053 e sua sentença abre importante precedente para militares das três Forças.
Cirlei é oriundo da Escola de Equitação do Exército, na Vila Militar. Foi para reserva após levar um coice de cavalo. Brigou na Justiça para receber o vencimento de de sargento. “Não sou de aceitar o que está errado”, contou à Coluna, lembrando que um convênio entre o Banco Real e as Forças Armadas isenta os militares do Exército, Marinha e Aeronáutica das tarifas. “Eu estava sendo descontado”, reclama. Procurado, o banco informou que vai pagar o que pede o sargento.
“Creio que o valor a ser devolvido pode maior para que vem pagando há mais tempo”, avalia o advogado Humberto Xavier da Conceição, que defendeu o sargento.
Skip to content