Escolha uma Página
O ministro da Defesa do Brasil, Nelson Jobim, admitiu hoje à Lusa o envio de tropas do seu país para uma força de estabilização na Guiné-Bissau, desde que sob a bandeira da ONU, e garantiu que os seus efetivos “têm preparação para tudo”.
“O Brasil tem ‘know how’ para participar em qualquer missão de paz”, destacou Jobim ao ser questionado pela agência Lusa sobre uma possível participação na composição de uma força internacional de estabilização na Guiné-Bissau.
“Se houver necessidade de colaborar, o Brasil tem disponibilidade para isso”, assegurou o ministro, lembrando que o seu país “só opera sob a bandeira das Nações Unidas”.
LUSA(Portugal)
Skip to content