Escolha uma Página

Por Guilherme Dreyer Wojciechowski – SopaBrasiguaia.com

Com sede em Porto Alegre (RS), o Comando Militar do Sul (CMS) prepara, desde a segunda quinzena de maio, uma nova edição da operação militar Fronteira Sul, que levará o nome de “Operação Fronteira Sul I-2010”. A mobilização inclui manobras nos três estados do Sul do Brasil.
Na fronteira entre Paraná e Paraguai, a previsão é de que cerca de 700 militares sejam deslocados para apoiar os trabalhos dos demais órgãos de segurança na prevenção e combate a delitos transfronteiriços (contrabando e tráfico de drogas, entre outros) e ambientais.
Na região de Foz do Iguaçu, meios de comunicação como o jornal A Gazeta do Iguaçu anunciam já para hoje (05) a chegada dos primeiros participantes da operação, que montariam bases em Foz do Iguaçu, Santa Helena, Guaíra e, mais ao sul, na cidade de Francisco Beltrão.
Fontes noticiosas do Rio Grande do Sul, por sua vez, apontam o início da operação para a próxima segunda-feira (07), com duração de cinco dias e deslocamento de aeronaves para facilitar a cobertura de áreas de difícil acesso. A data de chegada dos militares, no entanto, não pôde ser certificada junto ao CMS.
Realizada pela primeira vez em 2006, a “Operação Fronteira Sul” ocorre de uma a duas vezes por ano e conta com o apoio de órgãos como Receita Federal do Brasil (RFB), Polícia Federal (PF), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

No oeste paranaense, os pontos de concentração mais comuns são a BR-277 (Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira e Céu Azul), cabeceira brasileira da Ponte da Amizade e barreiras móveis montadas em estradas rurais ou rodovias próximas ao Lago de Itaipu
SOPA BRASIGUAIA

Skip to content