Escolha uma Página
O Secretário Nacional de Política Antidrogas, general Paulo Uchoa,  destacou ontem em Porto Velho, capital de Rondônia, a política do Governo Federal e o empenho do presidente Lula em alinhar a política sobre drogas, implantada no Brasil em 1998, através de um fórum mundial presidido pela Organização das Nações Unidas (ONU).
“Em 2003 o presidente Lula fez um realinhamento da política sobre drogas. E assim temos dois focos principais, duas diretrizes; a necessidade de integração das políticas setoriais sobre drogas, como a saúde, direitos humanos, cultura, esporte, assistência social entre outras. A segunda é a descentralização das ações para chegar no ponto principal, a família e a comunidade onde as vítimas das drogas e dos traficantes vivem”, disse o general.
Prudente, o general não fez qualquer referência aos acontecimentos do vizinho de rondonienses e acreanos,  o departamento boliviano do Pando, de onde Evo Morales e seus milicianos expulsaram centenas de familias brasileiras legalmente instaladas para aumentar as plantações de coca. Alegadamente, é para consumo dos bolivianos, para quem a folha de coca é de uso corriqueiro em chás. Só que a produção boliviana supera em muitas vezes as necessidades de consumo do país.
Porém, não convém ao general tecer comentários públicos sobre tal assunto, dado ao alinhamento ideológico entre o companheiro Evo e Nosso Guia. Isso certamente causaria estragos no seu prestígio junto ao Governo, tal como aconteceu com o general Heleno, na questão da Reserva Raposa Serra do Sol.
Skip to content