Escolha uma Página
Após chegar ao Brasil, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, jantou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na noite deste domingo no Palácio do Alvorada junto de sua comitiva de ministros. O francês deixou o encontro por volta das 23h20 sem falar com a imprensa e nesta segunda-feira assiste às festividades do Sete de Setembro como convidado de honra. Sarkozy veio ao Brasil para assinar um acordo de cooperação militar com o governo Lula.
O acerto de cerca de US$ 12 bilhões, que deve ser anunciado em uma entrevista coletiva após o desfile do dia da independência, prevê a construção conjunta de um submarino de propulsão nuclear e outros quatro submarinos convencionais do modelo francês Scorpene, assim como do estaleiro onde serão fabricados os navios e de uma base naval de apoio.
O convênio inclui ainda a produção de 50 helicópteros de transporte franceses EC-725 para as Forças Armadas brasileiras, entre os anos de 2010 e 2016, por um consórcio formado pela europeia Eurocopter e sua subsidiária brasileira Helibras.
As operações com os submarinos e os helicópteros significarão para o Brasil um desembolso de US$ 12,317 bilhões. Do custo total, US$ 6,161 bilhões serão destinados ao programa de construção dos submarinos, enquanto o resto será para a aquisição das aeronaves.
Em ambos casos, foi definida a transferência de tecnologia francesa em todas as áreas, exceto a de propulsão nuclear, como exigido pelo para aprovar os convênios.
O Tesouro brasileiro financiará o resto desta operação, à qual o Ministério da Defesa deu caráter de “estratégica”, pois busca reforçar a vigilância na plataforma marítima do país, onde foram descobertas grandes reservas de petróleo e gás.
Compra de caças
Também na área de defesa, a França está na expectativa diante de uma decisão para a compra de 36 caças-bombardeiros para a Força Aérea Brasileira.
O resultado da licitação convocada pelo Brasil será anunciado nas próximas semanas, e permanecem na disputa a empresa francesa Dassault Aviation, com o caça Rafale; a sueca Saab, com o Gripen NG, e a americana Boeing, com o F/A-18 E/F Super Hornet.
Hoje, em entrevista a imprensa francesa, o presidente Lula afirmou que uma negociação entre os dois países para a compra dos caças, devido `a disposição francesa de aceitar a transferência de tecnologia.
“As discussões com o presidente Sarkozy avançam muito rapidamente. Estamos no bom caminho, temos uma relação de confiança”, disse o presidente. Leia mais.

ÚLITMO SEGUNDO

Skip to content