Ex-soldado que teve dedos decepados durante serviço militar em SC será indenizado pela União

Mão com dedos decepados

Ex-militar cortava madeiras para a janela do pavilhão de comando do batalhão quando o acidente aconteceu
GABRIELA FERRAREZ
,
FLORIANÓPOLIS – Um ex-soldado do Exército deve ser indenizado em R$ 50 mil após perder dois dedos de uma mão durante o serviço militar em Florianópolis. A decisão da Justiça Federal, que condenou a União a pagar a indenização, foi feita na última terça-feira (11).

O ex-soldado, que tem 25 anos e mora na Grande Florianópolis, começou o serviço militar obrigatório em 2018 e permaneceu no Exército como temporário. Em janeiro de 2022, ele cortava madeiras, para a janela do pavilhão de comando do batalhão onde servia, quando o acidente aconteceu.

Ele recebeu atendimento médico e foi desligado da corporação em maio seguinte, por término do período.

Justiça considerou danos emocionais e estéticos
O juiz Rodrigo Koehler Ribeiro, da 9ª Vara da Justiça Federal em Florianópolis, decidiu que o ex-soldado deveria ser indenizado em R$ 20 mil por danos morais e R$ 30 mil por danos estéticos.

“Em relação aos fatos, não há dúvidas quanto à ocorrência do acidente que vitimou a parte autora durante as práticas inerentes à rotina do serviço militar obrigatório e que resultou no transtorno do estresse pós-traumático por ele sofrido”, afirmou o juiz.

A União pode recorrer.

nd+ – Edição: Montedo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo