AM: PM que morreu durante confronto com militar do Exército é sepultado após homenagens

Foto: Luzimar Bessa

O cortejo foi realizado em carro aberto do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM)

Manaus – O soldado da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), José Antônio, que morreu após levar um tiro na cabeça durante um confronto da PM com o sargento do Exército Diego Azevedo Fernandes de Souza, neste domingo (9), no Centro de Manaus, foi sepultado na tarde desta segunda-feira (10), no cemitério Recanto da Paz, em Iranduba (a 27 quilômetros a sudoeste de Manaus).

O cortejo foi realizado em carro aberto do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), saindo do bairro Cidade Nova, na zona oeste e percorrendo alguns bairros da zona oeste da capital até cruzar a Ponte Jornalista Phellipe Daou, em direção ao cemitério que fica na região metropolitana da capital.

Nos locais onda havia guarnição da polícia militar, todos prestaram homenagens ao policial morto.

Durante o sepultamento, a esposa do militar, disse que todas as vezes que ele saia de casa para o trabalho, ele falava que era pra eles aproveitarem cada segundo que estivessem juntos. Ele afirmada que após a saída dele para o trabalho, ele poderia não voltar, pois estava servindo a população, declarou a viúva.

Fazia pouco tempo que o soldado da PM José Antônio tinha entrado para servir a PMAM.

D24am

18 respostas

  1. Que Deus de conforto a família.

    Independentemente dos detalhes, que desconheço, serve de alerta pata aqueles que acreditam que Podem intimidar alguém porque Usam uma arma na cintura, uns por inexperiência e por ser inconsequente, outros por Arrogância e Prepotência, certo é que, tudo que é vivo, morre.

  2. Mais um que acreditou no mito do herói e resolveu usar de autoridade que não tinha e pagou com a vida!
    PM tem que ser melhor formado, aprender sobre gestão de riscos/ técnicas de negociação e nunca meter a cara num apto onde tem um militar armado e alterado, é o mínimo que se espera de um profissional, estágio até pelo visto estão a anos luz de distância nesse tipo de ocorrência. Tiveram muita sorte pois caso fosse um militar do exército das forças especiais teria matado todos os integrantes das 20 viaturas enviadas para a área de forma equivocada, descontrolada e sem nada de comando….
    Ate quando irão continuar Pagar com a vida a incompetência da nossa (IN) $egurança….. pública????
    Resultado vai continuar sendo esse….?

    1. ” Tiveram muita sorte pois caso fosse um militar do exército das forças especiais teria matado todos os integrantes das 20 viaturas enviadas para a área ”
      Faz-me rir. Essa foi a piada do dia
      Você deve ser civil rs

      1. Só lembrei do “comandante de ações psicológicas desmaiando quando viu um FEDERAL na porta.
        Precisou nem atirar o bicho desmaiou, caiu de maduro!

        1. Deixa o pobre soldado EV acreditar naquilo que ouve naquelas canções de TFM. Não tirem esta doce ilusão na qual ele vive, onde sonha que nosso Exército pisa sobre crânios e bebe sangue dos inimigos.

      2. ” Você deve ser civil rs”

        Não não ele não ele não fala como civil, o fato so mostra que Vc não tem o mínimo de conhecimento sobre a verdade que ele falou não . Seria interessante VC sair do embuste e se informar mais Senhor.

    2. Se fosse um militar das forças especiais tinha desmaiado, igual os 3 que desmaiaram esse ano quando a PF foi intimar.

      Amigo vc fala de muita teoria, pq no exército é isso, é muita teoria, muito palpite para resolver todos os problemas da humanidade, mas a experiência mesmo é em formatura e guarda patrimonial.

      Deixa a PM quieta, eles vivem uma guerra, infelizmente um marginal atirou contra a autoridade constituída, mas isso acontece nas instituições que vivem combates diários, da mesma forma como desmaia gente em formatura (nossa atividade diária)

    3. Especialista de plantão. Deve ser comentarista da Globo. Por que não vai dar curso pra PM? Nem instrução que preste de educação moral e Cívica da pro teu EV e vema arrotar aqui. Outra coisa: Rambo é obra de ficção, aquilo não aconteceu de verdade.

      1. Acho que você não entendeu meu post. Atente ao interpretar uma frase ou texto. Rambo é obra de ficção? Sério? Não me diga! Eu não sabia! Puxa! Que novidade! Rambo é obra de ficção, assim como o FE imaginário eliminar 20 policiais. Será que você entendeu agora?
        Você sabe a diferença entre um FE e militares ‘ simples mortais’? Vou te dizer, isso eu vi na prática; Os FE são diferenciados porque usam os melhores equipamentos, apenas isso. Já comentei sobre o assunto em posts anteriores. Tem soldado EV que tem capacidade de apneia subaquática superior a muitos FE. Dê um paraquedas para qualquer soldado EV com 4 meses que ele salta sem nenhuma dificuldade.

    4. Tá de brincadeira. Acho que você não conhece o Exército brasileiro ou deve ser algum recruta de serviço obrigatório que acredita nos embustes e historinhas de antigo. A PM para confronto é muito melhor preparada que o exército. Acorda rapaz, saia do Call of Duty.

  3. errado civil “Sincericídio”…se fosse FE, haveria um desfecho diferente… pq FE geralmente desmaia quando Vê polícia….kkkkkk

    1. Seu comentário é tão burro quanto a desproporção da desonestidade que você utiliza na sua fala ao se referir aos FE usando um caso isolado de um único militar para referir a única tropa do brasil ( BRIGADA DE OP. ESPECIAIS) que conseguiu derrubar os centenarios traficantes que desde o seculo passado detinham o comando, dominuo e poder nos principais morros do Rio de janeiro. Com certeza você está do lado daqueles que se beneficiam do sistema criminoso, ou faz parte do grupo que recebe propina dos patrões do tráfico para garantir a mesada do final do mês, provável eleitor do ladrão de jóias….

      1. Penso que a discussão aqui é mais técnica do que ideológica, embora ligado a um acontecimento triste que deixou famílias em luto.
        Do ponto de vista técnico; precisa ser uma ‘tropa especial’ para combater traficantes?
        Os traficantes foram expulsos dos morros do Rio de Janeiro?
        A ocupação militar na Maré deu resultado?

      2. “centenarios traficantes que desde o seculo passado detinham o comando, dominuo e poder nos principais morros do Rio de janeiro.” Traduz aí sincericídio…vi que vc tem algo em comum com os burros que vc cita em seu comentário. Que centenas de traficantes foram derrubados no RIO? E essa intervenção resultou em que? Toma o remedinho filho. Deve ter poster de FE na sua sala.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo