Forças Armadas mobilizam 335 militares no apoio às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

MILITAR RESGATA HOMEM ILHADO NO RS

 

Operação iniciou na terça-feira com embarcações, helicópteros, viaturas e equipamentos de engenharia

Jussara Santos
Sob a coordenação do Ministério da Defesa, a Marinha, o Exército e a Aeronáutica estão empregando 335 militares no apoio à população gaúcha atingida pelas fortes chuvas. O trabalho das Forças Armadas, por meio da Operação Taquari II, iniciou na terça-feira, dia 30 de abril, e conta com 12 embarcações, cinco helicópteros e 43 viaturas e equipamentos de engenharia para transporte de material e pessoal. As ações ocorrem em apoio à Defesa Civil e ao Corpo de Bombeiros.

As atividades desempenhadas incluem o resgate de pessoas ilhadas, a distribuição de água, alimentos e donativos e o auxílio na recuperação da infraestrutura danificada. Os militares também atuam na montagem de barracas para triagem aos desabrigados e fornecimento de colchões. Até o momento, foram resgatadas sete pessoas que estavam ilhadas. O trabalho dos militares abrange os seguintes municípios: Candelária, Eldorado do Sul, Lajeado, Montenegro, Nova Palma, Rosário do Sul, Santa Cruz do Sul, Santa Tereza, São Gabriel, São Sebastião do Caí e Sinimbu.

Além das Forças Armadas, outros órgãos governamentais, como o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, Ministério da Justiça e Segurança Pública, Defesa Civil Nacional e Estadual, estão envolvidas nas operações de assistência à população atingida pelas chuvas.

Comando Conjunto
O Ministério da Defesa publicou, nesta quarta-feira, 1º de maio, a Portaria nº 2309/GM-MD, que regula o emprego temporário das Forças Armadas em atividades de apoio logístico às ações de Proteção e Defesa Civil. O documento promove a ativação do Comando Operacional Conjunto Taquari II para atuar nos municípios em situação de calamidade pública. O ministério também designou o General de Exército Hertz Pires do Nascimento para ser o comandante do Comando Conjunto.

Operação Taquari
A primeira fase da Operação Taquari ocorreu em 2023, no Rio Grande do Sul, em resposta às fortes chuvas na região. Militares das Forças Armadas foram mobilizados para atender os municípios afetados. As atividades incluíram busca e resgate, distribuição de suprimentos e reconstrução. A experiência prévia da Taquari I subsidiou a Taquari II, evidenciando a capacidade de resposta das Forças Armadas em situações de emergência.
Fotos: Divulgação Forças Armadas
DEFESA

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo