“Ideia é regular, não censurar”, afirma Exército sobre política de moderação nas redes sociais

redes sociais do exército

Documento divulgado tem intenção de “garantir ambiente democrático” nas contas da instituição, diz assessoria da Força

Marina Demori da CNN

Brasília – A intenção do Exército, ao divulgar a nova Política de Moderação nas Redes Sociais, é garantir um ambiente democrático nas contas da instituição. Segundo a assessoria de imprensa da Força, “a ideia é regular, não censurar”.

As normas estabelecem limites para os comentários e interações feitos nas publicações da instituição nas redes sociais, como no X (antigo twitter) e no Instagram. Só nessas duas plataformas, o Exército acumula cerca de 9 milhões de seguidores.

Conforme a CNN mostrou nesse domingo (28), o Exército emitiu um alerta público informando que poderá “encaminhar às autoridades competentes” informações sobre comentários em suas redes sociais que incitem o ódio, a violência, a discriminação, entre outras situações.

O documento, que já vinha sendo elaborado desde o ano passado, passou pelo departamento jurídico da instituição e poderá passar por ajustes a partir da sua implementação.

Uma equipe ficará responsável por monitorar os comentários e avaliar a conduta dos seguidores para evitar que os limites estabelecidos sejam extrapolados.

Aqueles que desrespeitarem as chamadas “regras de uso e convivência”, poderão ter os comentários apagados e até serem bloqueados.

O documento diz ainda que o Exército poderá “encaminhar às autoridades competentes” informações sobre comentários em suas redes sociais que incitem o ódio, a violência, a discriminação, entre outras situações.

CNN BRASIL

9 respostas

  1. É só fazer igual a mim: não sigo nenhuma mídia digital das FA! Desde o dia que o Cmt da minha OM ordenou para retirar fotos pessoais que remetessem à minha profissão, conforme orientação do escalão superior, além de comentários acerca da minha profissão. Mas o mesmo comandante que passou a ordem de exclusão de minha vida militar das mídias sociais, veio pedir que seguíssemos os sites militares, para “aumentar o engajamento midiático da força”. Vergonhoso isso!!!!!! mais de 25 anos de serviço e não poder postar nada relativo à minha profissão, mas pedir apoio às FA na mídia pode! Cancelamento geral das FA: Instagram, Facebook, X (Twiter). Não dê audiência a nada postado pelas FA, simples assim!

  2. Tem que punir esses indisciplinados, principalmente os que tem alinhamento com o indigno,Rasgaram o RDE, principalmente oficiais superiores, vergonha esses bolsonarista 🤮

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo