Exército de Israel mata dois comandantes do Hezbollah em ataque no Líbano

Hezbollah é um movimento xiita libanês com laços estreitos com o Hamas | Foto: ANWAR AMRO / AFP

Yusaf Baz, chefe do grupo xiita na região costeira libanesa, e Muhammad Hussein Mustafa Shechory, comandante de foguetes e mísseis, foram as vítimas

As Forças de Defesa de Israel (FDI) informaram nesta terça-feira (16) que mataram dois comandantes do grupo xiita Hezbollah durante ataques aéreas no Líbano. As vítimas são Yusaf Baz, que chefiava o Hezbollah na região costeira libanesa, e Muhammad Hussein Mustafa Shechory, comandante de foguetes e mísseis de um grupo de elite do Hezbollah.

De acordo com o FDI, Baz tinha planos para disparar foguetes e mísseis antitanque contra Israel. Durante o ataque que vitimou Shechory também matou um outro homem do Hezbollah.

O Hezbollah ainda não fez nenhum pronunciamento a respeito desse ataque israelense.

Além dos ataques contra o grupo xiita, o gabinete de guerra do Israel se planeja para responder o Irã, que lançou mais de 300 mísseis no território israelense.

Teerã alega que a ação no último sábado (13) foi uma resposta a um ataque que os iranianos atribuem a Israel, no dia 1º de abril. Caças destruíram o consulado do Irã em Damasco, na Síria.

TV CULTURA

3 respostas

  1. Deixa eu ver se entendi. Israel atacou território do Líbano em resposta a ataques terroristas…huum, sei!?

    Seguindo essa lógica, Então o Iran tem o direito de responder aos ataques de Israel a sua enbaixada na Síria?

    por que não há tanta ofensa e espanto quando se trata de Israel fazer a mesma ação que Israel faz?

    Ah! ataques contra Israel são cosiderados terroristas e o ataques de Israel contra os outros são de defesa.

    Assim fica difícil, quando entra a emoção e o passionalismo ideológico, a lógica é infantil.

  2. E aqui no Brasil a única guerra que participei em 30 anos nas FFAA foi contra o mosquito da dengue. E pelo jeito perdemos a guerra, porque o mosquito ainda está por aí.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo