Defesa sofre maior corte no orçamento do governo Lula; despesa com salários e pensões chega a R$ 110 bi

CORTES DEFESA

Corte gerou insatisfação
MATEUS VARGAS

O Ministério da Defesa está entre as pastas mais atingidas por cortes feitos em 2024 pelo governo Lula (PT) para ajustar o Orçamento às regras do novo arcabouço fiscal.

O órgão perdeu R$ 280 milhões durante o ano e afirma que ficou com o menor volume de recursos em uma década.

“Tal restrição gera fortes impactos no cumprimento de contratos já firmados (alguns com governos e empresas estrangeiras) dos projetos estratégicos da Defesa e também na manutenção e no custeio das diversas organizações militares em todo o território nacional”, afirma o ministério.

O governo retirou mais de R$ 4 bilhões em despesas discricionárias de diversos ministérios neste ano. Essa verba não está comprometida com salários e outras obrigações, servindo para custear a estrutura dos ministérios e outros investimentos.

Depois do corte de verbas, a Defesa ficou com R$ 5,7 bilhões disponíveis em verba discricionária, sem contar recursos de emendas parlamentares e do Novo PAC. Em 2014, essa mesma fatia era de R$ 11,5 bilhões, cifra que supera R$ 20 bilhões se for considerada a inflação do período.

A verba obrigatória (como salários e pensões) das Forças Armadas, porém, aumentou em uma década e alcança cerca de R$ 110 bilhões anuais. Leia mais.

FOLHA – Edição: Montedo.com

41 respostas

  1. 1) É só acabar com formatura rolha

    2) viagem/curso Premium de oficial

    3) transferência ex-officio de oficial com 1 ano de Gu

    4) deslocamentos desnecessário
    *Semana passada saiu uma 5Ton de Natal com 10 soldados para fazer faxina no CIMNC para a visita de hoje

    5) formatura com sobre voo de aeronave

    6) HT gratuito

    Só para começar a economia..

    1. Esqueceu de falar na extinção de todos os RCG’s.
      Não se combate mais a cavalo.
      quer brincar de salto? Seja sócio nos jóqueis clubes espalhados pelo país…

    2. O salário do funcionalismo Federal, não é dado em virtude das chamadas Emendas parlamentares que tem que acabar. O funcionalismo é prioridade não verbas para política.. as verbas do orçamento fica com quem não precisa. Lembro me de um debate entre bolsonaro x lula, em que bolsonaro falou para o lula “e o mensalão?” ,o que o lula respondeu? é o mesmo chamado de emendas parlamentares”.
      Tradicional moeda de troca, as emendas parlamentares continuam tendo importância no jogo político, especialmente em anos eleitorais. Ainda que parlamentares tenham saído fortalecidos em recentes mudanças de regras, as emendas ainda são utilizadas como instrumento de barganha por presidentes. Na cadeia das emendas parlamentares estão, além dos deputados e senadores, o governo federal que executa a alocação dos recursos e os municípios e Estados, destinatários do dinheiro que se transforma em investimentos locais e, eventualmente, palanque eleitoral. o sistema político abocanha a verba do orçamento e ai dizem que não tem previsão no orçamento. é só acabar com essa verba que o sistema político toma do funcionalismo federal.

    1. Nem e isso, esses contribuiram, e desde 2001 nao podem mais cadastrar o provilegio.
      Claro que muitos ainda os tem, mas nao tem o que fazer

      Agora o efetivo e gigantes e mal Distribuido
      Se voce for num quartel General e pra mais de 2000 pes no do Rio bora 5000 em um quartel

      E muito concurso pra temporariOS

      O exercito gasta com efetivo de vez de tecnologia

    2. Os militares pagam para que as suas filhas recebam no futuro. se você que tenta denegrir o direito das filhas dos militares pagar. é o mesmo que você fazer uma poupança para sua família que acontece o mesmo que os militares fazem. Pagam para que essa poupança venha beneficiar suas esposas e filhas. para de falar do que você não tem conhecimento de causa.

    1. A LDO ( ou projeto dela ) foi apresentada com 40 bilhões a mais de previsão de gasto com pessoal e encargos, sem nenhum detalhamento. É um número razoável . E isso tudo pode mudar. Meu chute é um aumento maior para civis e uma migalha para os militares em 25/26

  2. Batam palmas, façam L(éle).
    E o porta aviões
    E o projeto submarino nuclear
    E os aviões
    E os blindados
    E A VERBA DE RANCHO? para as picanhas
    E as Continências e tapinhas nas costas, Sorrisinhos.
    E vacinas ?

    1. mito, mito, mito , cloroquina……O cara teve 4 anos com o congresso na mao e nao resolveu a questão salarial p/praca….fala sério !

  3. Ou nós revemos a questão das filhas que nascem (ou nem nasceram) aposentadas, ou o povo (que paga) vê a delas e a nossa, e iremos todos pro inss.
    É só acabar com esse beneficio vergonhoso para a filha de quem está vivo, pois só há direito adquirido após a morte e instituicao da pensao. E as que estao instituidas é só subir para valores compatíveis com a previdência privada complementar… uns 3 mil reais, por 35 anos, para manter um salário de coronel/capitão.
    1,5%… a conta jamais fechará.

  4. Na década de 90 ser sargento já era muita coisa e se fosse oficial então era considerado muito rico. Hoje em dia é comum oficial realizar consignado . Algo não está mais como era na década de 90?

  5. tem que cortar verba mesmo, o EB brinca com dinheiro publico. Guarnição de juiz de fora toda hora desloca várias viaturas para o rio de janeiro para formaturas rolhas, só nesse mês de abril foram 2 deslocamentos. um deslocamento para comemorar o dia da intendência, mais de 100 homens deslocados para tal formatura.

  6. O dinheiro está indo todo para emendas parlamentares, a classe política nunca esteve tão bem e o resto para os empresários e banqueiros.

    1. Exato. Mas graças a filosofia de alguns imbecis como esse que comentou da pensão das filhas, são seres diabólicos pois apontam sempre para o pior no decorrer da história e colhem o que plantam. Os políticos e a classe empresarial não ficam com esse tipo de discurso razo como ” vamos fazer sacrifício”, veja se você vê um juiz dizendo que acha injusto a pensão das filhas do colega….
      É esse tipo de pensamento que fez a classe chegar onde chegou….

      1. Pensão para as filhas é bizarro demais. Corta logo e devolve todas as contribuições corrigidas, e vida que segue. É um escárnio, as donzelas nunca colocaram um coturno na vida e ganham mais que o pessoal da ATIVA. Querem salário? Aposentadoria? Trabalhem.

  7. Para o bando de fazedor do L aí que tá falando asneiras sobre pensão Pra filhas (com inveja pq qdo teve a oportunidade optou Por Não descontar), digo o seguinte: é Só O governo pagar tudo O que foi descontado, que tá resolvido. Tenho certeza que a Grande maioria iria preferir receber essa grana. Mas, Todos sabemos que isso é impossível. Então, Bando de retardado, vamo Parar de Falar besteira e seguir a vida, pq Temos mais três Anos terríveis Pela Frente com esse Desgoverno.

    1. Quem reclama da pensão por questão de alinhamento é bozoide.
      Esse negócio de acabar com aposentadoria, jogar praça no INSS é ideia do encantador de burros ….

    2. Bora devolver a vultuosa contribuição de 1,5% corrigida. Este 1,5% não garantiria nem um salário mínimo para as filhas, isso é muito errado.

  8. Os aliados dessa quadrilha, foram abandonados e irão sentir o golpe que levaram. O demônio, ele dá com uma e toma com as duas mãos, o pago veio logo pra os parasitarios omissos e covardes. Vcs seus imundos, jogaram o bom nome da instituição na vala do descrédito, da vergonha, onde a credibilidade beira a casa do zero. Dizia minha mãe: “Quem se mistura com porcos, não tem como sair limpo, se tornará porcos tbm”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo