Forças Armadas do Equador continuarão operações anticrime com a polícia, diz governo

Membros das Forças Armadas do Equador em operação nas ruas de Quito — Foto: STRINGER/AFP

 

País está sob estado de emergência de 90 dias destinado a conter uma onda de violência
Alexandra Valencia
As Forças Armadas do Equador continuarão a realizar operações conjuntas contra o crime com a polícia, de acordo com um decreto presidencial anunciado à meia-noite de segunda-feira, informou o governo.

As operações foram permitidas pela primeira vez sob um estado de emergência de 90 dias declarado em janeiro pelo presidente Daniel Noboa e destinado a conter uma onda de crime e violência atribuída às gangues de tráfico de drogas.

As operações militares contra o crime organizado, as operações conjuntas com a polícia e o aumento da segurança nas prisões continuarão sob o decreto, disse o governo em uma declaração publicada nas mídias sociais durante a noite.

“Essa decisão permitirá que o governo do novo Equador, com o apoio das forças da ordem, continue a implantar ações prioritárias para proteger a segurança e o bem-estar dos cidadãos”, disse o comunicado.

Noboa, de 36 anos, assumiu o poder em novembro e vem divulgando seu “Plano Fênix” para combater o crime e a violência, incluindo os assassinatos de funcionários públicos e uma explosão de distúrbios em janeiro, quando homens armados invadiram uma transmissão de televisão ao vivo e muitos funcionários de prisão foram feitos reféns.

Noboa chamou a violência de guerra, argumentando que ela exige medidas extraordinárias para ser combatida.

terra – edição: Montedo.com

Uma resposta

  1. Esse cara; Daniel Noboa, enfrenta sérios problemas internos. E para piorar a situação, acaba de dar um tiro de canhão no proprio pé ao ordenar a invasão da embaixada mexicana e retirar a força o ex- vice presidente. Está totalmente isolado no mundo todo Porque ninguém apoiou ou apoiará essa invasão pois Abriria, para qualquer país, um prescedente extremamente perigoso. Território de embaixada não é considerado território estrangeiro (Nunca foi) mas consta em várias convenções e acordos internacionais que qualquer embaixada é otalmente intocável, Inviolável, assim como todo o pessoal diplomático. Mas o mundo vive momentos estranhos e que talvez prescedam uma grande conflagração mundial. Quanto ao presidente do Equador, é nascido em Miami, cursou universidades nos eua, é milionário, herdeiro de conglomerado de mais de 100 empresas, algumas acusadas de trabalho escravo, serem “laranjas” e etc. O presidente tambem e acusado de ter dirigido empresas de Ofshore, despertando muitas suspeitas. Dentre suas empresas, Destacam-se empresas gigantescas de exportações de banana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo