Rússia acusa Ucrânia de atacar cidade de Belgorod, em território russo, e pede reunião do Conselho de Segurança da ONU

ucrania-x-russia

Oficialmente, a Ucrânia não assumiu a responsabilidade pelo ataque. Ofensiva aconteceu um dia depois de ataque coordenado da Rússia contra várias cidades matar 39 civis.
Por g1
A Rússia acusou a Ucrânia neste sábado (30) de fazer ataques indiscriminados na cidade russa de Belgorod, perto da fronteira entre os dois países e convocou uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para falar sobre o assunto. Os ataques foram feitos um dia depois de a Rússia lançar uma de suas maiores ofensivas contra diferentes regiões da Ucrânia.

Imagem mostra edifício danificado após bombardeio de forças ucranianas na cidadede Belgorod, Rússia — Foto: Ministério da Defesa da Rússia/Reuters

O governo ucraniano não afirmou que atacou o território russo, mas o site RBC-Ukraine publicou um texto, com base em fontes não reveladas, em que diz foram forças ucranianas que atacaram Belgorod. Segundo o site, os ucranianos queriam destruir alvos militares russos.

O governo russo afirma que 21 pessoas morreram e 111 ficaram feridas. Entre mortos há duas crianças. O governo local de Belgorod pediu para que os moradores da região se desloquem para abrigos.

Em um comunicado, o Ministério de Defesa da Rússia disse que a Ucrânia atacou Belgorod com dois mísseis e vários foguetes e que a ofensiva ucraniana “não ficará impune”. Segundo os russos, os mísseis foram lançados da região de Kharkiv, na Ucrânia, e atingiram um shopping center, prédios residenciais e carros.

Belgorod é uma cidade de cerca de 330 mil moradores e fica a cerca de 40 quilômetros da fronteira com a Ucrânia.

Neste sábado, ataques russos também foram registrados em Kharkiv, na Ucrânia. Pelo menos 8 pessoas ficaram feridas após uma ofensiva contra prédios e outros locais civis, segundo o governo local.

Ataques russos
Na sexta-feira (29), a Rússia lançou uma das maiores ações coordenadas na Ucrânia. Autoridades ucranianas dizem que 39 civis morreram nos ataques, e outros 159 ficaram feridos.

Prédio residencial em chamas na Ucrânia após ataque russo, em 29 de dezembro de 2023 — Foto: Governo da Ucrânia/Divulgação

Explosões foram reportadas durante a madrugada e a manhã de sexta-feira na capital Kiev e em cidades de grande porte, como Kharkiv e Lviv.

Segundo Ministério da Defesa ucraniano, forças russas lançaram 158 mísseis contra a Ucrânia, bem acima da média dos ataques perpetrados ao longo do ano. Entre os alvos bombardeados, estão uma maternidade (veja vídeo), escolas, shoppings e residências, de acordo com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Ataque da Ucrânia deixa mortos na cidade Belgorod, na Rússia — Foto: Ministério da Defesa da Rússia/Reuters

g1

3 respostas

  1. Já li que a Ucrânia só não pede pinico porque os EUA não deixam, enfim, saber o que é verdade nessa história toda é a grande questão.

  2. Não wntendi nada. A Russia atca a Ucrânia, ai tá tudo certo. Se a Ucrânia atacar uma cidade Russa tá errado. Tem que acionar o Conselho de Segurança da ONU.
    É complicado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo