Bulgária desmonta monumento em homenagem ao Exército soviético (vídeo)

Monumento ao exército soviético na Bulgária

O monumento foi edificado para celebrar a entrada das tropas soviéticas em Sófia no final da Segunda Guerra

O monumento emblemático do soldado soviético vitorioso, erguido no centro da capital da Bulgária, Sófia, há 70 anos, começou a ser desmantelado nesta terça-feira (12), após anos de controvérsia entre russófilos e pró-europeus neste antigo país comunista.A decisão, precipitada pela invasão russa da Ucrânia, foi oficialmente justificada por razões de segurança.

“Uma perícia mostrou que o monumento apresentava perigo para os habitantes”, declarou a governadora Viara Todeva. Especialistas afirmaram que ele conta com importantes fissuras.

Em uma operação altamente simbólica, os operários iniciaram, com a ajuda de um guindaste, o desmantelamento de três esculturas de bronze erguidas em 1954 em um imponente pedestal, começando pelo fuzil levantado pelo soldado, que aparece ao lado de um operário e uma mãe de família.

Essas peças de várias toneladas devem ser restauradas antes de serem expostas no museu de arte socialista, junto com baixos-relevos com representações de cenas de batalha.

Obra do realismo socialista estalinista, o monumento de 45 metros foi edificado para celebrar a entrada das tropas soviéticas em Sófia em setembro de 1944.

A Bulgária, o aliado mais fiel de Moscou durante a ditadura comunista, conta ainda com diversos monumentos em homenagem ao Exército Vermelho.

Os pró-europeus reivindicam sua destruição desde a queda do regime em 1989.

Os projetos de desmantelamento não tinham seguido em frente até agora, por conta da oposição do Kremlin e dos russófilos, que destacam o combate do Exército Vermelho contra o nazismo.


Com AFP e euronews

3 respostas

  1. A busca pela verdade dos fatos, muitos deles dissimulados nas intenções(ou seja, os fatos ocorreram mas as intenções ocultas eram outras) é tarefa imprescindível para historiadores e arqueólogos que tentam desvendar muitas das causas que levaram grandes civilizações à ruína e destruição. Só com a verdade é possível traçar causas e consequências da atual situação em nosso planeta e, atualmente, abalroado com narrativas intencionais de imposição de doutrinas, ideologias e projetos por sumidades, especialistas, científicos, grandes mídias, etc, corroborando o fim de períodos trevosos da história da nossa humanidade. É preciso lembrar sempre que o planeta Terra é um grão de poeira comparado ao universo e não temos para onde fugir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo