Foz do Iguaçu: candidatura do General Silva e Luna “subiu no telhado” ?

xministo-da-defesa-silva-luna.jpg.pagespeed.ic_.ztQNHJZCof

No Contraponto, na Rádio Cultura, políticos dizem que Paulo Mac Donald na disputa é o principal abalo para o general

Foz do Iguaçu (PR) – No programa Contraponto dessa quinta-feira (23), na Rádio Cultura, o bate-papo foi sobre o atual momento político em Foz do Iguaçu, principalmente depois da confirmação da justiça, que o ex-prefeito Paulo Mac Donald está apto para disputar a eleição municipal ano que vem.

No estúdio, o ex-deputado Federal Paulo Martins (PL), que será homenageado com o Titulo de Cidadão Honorário e o Deputado Estadual Denian Couto ( Podemos).

Segundo Denian, o Podemos, mesmo partido do ex-prefeito, fica feliz com o restabelecimento dos direitos políticos do Paulo Mac Donald. “O Paulo e o Podemos vão conversar. O Podemos será protagonista nas próximas eleições, de qualquer jeito. As conversas ainda não aconteceram, até porque tudo é muito recente, mas o partido vem ativamente para disputar a eleição. A candidatura do General Silva e Luna sobe no telhado. É a candidatura que tem o abalo mais forte, com a volta do Paulo ao processo e até o Republicamos, que é o partido do General, poderá estar alinhado, por questões estaduais, com o próprio Mac Donald. A entrada do Paulo faz dele o candidato prioritário e favorito na eleição em qualquer cenário. Me parece que o maior prejudicado com a volta ao tabuleiro do jogo do Paulo é o General.

Para o ex-deputado Paulo Martins, com a volta de Paulo Mac Donald, tudo deve de organizar em torno dele, porque é o nome mais forte. “As lideranças dos principais partidos já apontam uma disposição em encaminhar o Paulo Mac Donald. Então ele é certamente o favorito. Antes, Silva e Luna era o protagonista do cenário e perde esse protagonismo para o Paulo. Vejo a candidatura dele com grande dificuldade para se concretizar. Por mais que venha dizer que a candidatura é irreversível ele não comanda partido. Quem manda em candidatura é partido”.

A produção entrou em contato com o General Silva e Luna. Ele disse que estava sim, acompanhando o programa e falou sobre os comentários no estúdio.

É normal, tem um fato novo na área. É normal que haja um pouco de ansiedade. Quando eu falo as coisas, falo com segurança. A minha idade, a minha experiência, não me permitem mais amadorismo. Quando eu digo alguma coisa, pode escrever que é aquilo mesmo. Por que eu falei que era candidato pelo Republicanos? Porque ouvi isso do Presidente Nacional do partido, o Deputado Marcos Pereira. Ele telefonou pra mim, em Foz do Iguaçu e disse: existem dois candidatos confirmados, que já estão escolhidos: o de Cascavel e o de Foz do Iguaçu. Foi com base nisso que eu afirmei que seria candidato. O meu trabalho já está 99% concluído. É um planejamento diferenciado para Foz do Iguaçu. A minha ideia, como já disse, era pensar a cidade como se fosse uma grande empresa. Através de uma governança corporativa, onde ela tem Missão, Visão, Valores. Fazer isso aí, com a experiência que eu tenho em grandes empresas, como foi a Petrobrás. Entregar boa gestão no trabalho, essa experiência eu tenho”, disse Silva e Luna, na mensagem enviada para a produção.

CULTURA FOZ

 

3 respostas

  1. Nem tudo tá perdido. Pode ser candidato a prefeitura militar da AMAN ou da EsSA. NO CMO (Comando Militar do Oeste) também tem uma prefeitura boa.

    1. Caro Sr Nem tudo tá perdido. o Gen poderá, tb, PIRUAR uma vaga de PTTC, contudo a remuneração não é tão atraente como a de presidente da Itaipu Binacional e/ou prefeito e/ou vereador…. EsMB 1995!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo