Militares brasileiros concluem curso nos EUA

Imagem:EB

Curso prepara militares para exercer funções de elevado nível de liderança

Fort Moore (Geórgia, EUA) – Três graduados do Exército Brasileiro concluíram o Curso de Adjunto de Comando (Senior Enlisted Advisor) do Exército dos Estados Unidos, no fim do mês de setembro. Os brasileiros foram escolhidos em rigoroso processo de seleção para realizar o curso ao longo de 10 semanas no Western Hemisphere Institute for Security Cooperation, em Fort Moore, na Geórgia.

O Curso é destinado para preparar Suboficiais Seniores para atuar nas fileiras de Sargento Mestre a Sargento Maior (SGM) ou equivalente, que exercem funções de elevado nível de liderança, além de assessoramento em nível organizacional ou institucional. O curso fornece ferramentas para desenvolver o raciocínio crítico, o pensamento criativo e as habilidades de tomada de decisão em um fórum profissional conjunto, multinacional e multisserviços. O currículo envolve disciplinas voltadas a conceitos e fundamentos do exercício de atividade militar, tática, liderança e tomada de decisão.

Imagem: EB

Durante o Curso, os alunos analisam problemas, chegam a soluções lógicas, tomam decisões com velocidade razoável, comunicam raciocínios e decisões e monitoram as ações para garantir a execução adequada. Nesse escopo, os alunos são submetidos a múltiplos testes sobre técnicas e táticas militares em posições de liderança.

Além disso, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o Fort Bliss, no Texas, onde puderam observar atividades de ensino e de doutrina de estudo militar.

Receberam os Distintivos e Certificado de Graduação o Subtenente Marco Antonio Albano dos Santos, o Primeiro-Sargento Freed Siqueira de Azeredo André e o Primeiro-Sargento Douglas Rech Santos. Junto dos brasileiros, se formaram 24 sergent majors, sendo 13 da Colombia, um do Equador, um do Chile, dois do México, dois de Honduras e dois do Peru.

EB

35 respostas

        1. É ridículo esse comentário, tenha respeito o Exército sempre foi e é exemplo de instituição, vc deveria voltar para os bancos escolares e estudar primeiro, ser leão digitando ignorâncias é fácil, agora mostrar fatos reais e se colocar à disposição é para cidadão de verdade. Estou à disposição para QQ um a QQ hora. Agora debata com conhecimento, pois de fracos o Brasil está cheio.

    1. Para tropa não faz diferença. Continuam como estão. Oficiais não ouvem praças. Quanto à demandas? Eles aprenderam a não levá-las.
      E segue o baile. Isso é só para inglês ver.

  1. Não vão influir em nada … não vão bater de frente com nenhum comandante em prol dos graduados, vão fazer vista grossa Aos Alojamentos Caindo Aos pedaços e com infiltrações ( Como aqui na Vila Militar no Rio De Janeiro) , não vão sugerir mais PNR, não vão cobrar uma alimentação melhor ( o café da manhã na maioria das oMs da Vila Militar é um lixo ) … em suma , vão Ficar quietinhos pra ” sair QAO ” …

  2. Todas as ferramentas que o curso disponibiliza o exército odeia no Praça. Já tem Adjunto de Comando com outras duas ou três funções. Tem comandante que acha que o Adjunto de Comando não faz nada e tem aquele que acha que o Adjunto de Comando é o cordinha dele.

  3. Parabéns aos graduados, ao invés de ficarem dando o golpe e reclamando foram buscar a meritocracia.

    É assim que se faz. estude e se empenhe para terem méritos para promoções e boas missões.

    Entendeu QE chorão?!Kkkkkk

    Cade o reajuste? O pai lula já autorizou?

    Vai no poupex…. espera… não vai dar! vc não tem margem consiguinável.

    1. CHEGUEI A GRAD DE 1º SGT, HOJE SOMOS PROMOTOR DE JUSTIÇA (GRAÇAS A DEUS), É TRISTE E LAMENTÁVEL VER UM COMENTÁRIO COMO ESSE (STEN COM CHQAO), TENHO CERTEZA, QUANDO CHEGASSE DA ESCOLA, PROCURASSE ALGUM QE, PARA PEGAR ALGUM BIZU OU LHE TIRAR DE ALGUM SANHA, COMO TODO LOBO FAZ. UM POUCO DE HUMILDADE E ESTUDO, FAZ BEM.

    1. Praça com esse nível não fica constrangido de eventualmente entrar em forma seja para quem for, esses graduados estão em outro patamar o qual você certamente jamais terá capacidade para atingir. Nem cognitiva e nem ética.

      A inveja é um veneno que consome a alma do inútil.

      1. Não soma nada p exército! Simplesmente pq o exército não está preparado p aplicação de cursos assim.
        E q não batam de frente com nenhum of dia (asp) no serviço de escala, se não….

  4. Considerando que continuarão no “EB de Caxias”, pergunto: e daí?

    Sim. Porque aqui continuarão a ser tratados como simples integrantes dos “estamentos inferiores”.

    Curso assim serve unicamente para polir o curriculo próprio. Não soma em nada para a Instituição ou para o círculo de praças.

    Se ainda não acordaram, o EB vive em pleno século XIX.

  5. Parabéns! Irão chegar na tropa e entrar em forma para o aluno de NPOR que fez um curso nas coxas e em regime de meio expediente, essa é a realidade.

    O que o eB tem que acabar urgentemente é com essa excrecência que se tornou o oficial formado pelo CPOR/NPOR. Quando da sua criação no início do século XX até tinha um propósito, mas passado 100 anos deixou de se relevante.

    As funções desempenhadas pelo Oficial R2 poderia ser muito bem desempenhada por esses militares que se qualificaram entre outros.

  6. Eu vi que era uma piada quando li ” ELEVADO NÍVEL DE LIDERANÇA “. EU VEJO ALGUNS ” POMBOS” AQUI FALANDO EM MERITOCRACIA, ESFORÇO, ESTUDO. PELO AMOR DE DEUS! O QUE MAIS VEJO NO BTL SÃO S TEN CONTANDO PONTOS, BRIGANDO UNS COM OS OUTROS, QUEIMANDO PRA CMT CIA PRA VER SE MELHORA O CONCEITO. TEVE 01 QUE SE OFERECEU PARA IR BUSCAR TODOS OS DIAS A FILHA DO CMT NA ESCOLA. ESSE MESMO INDIVÍDUO DEU 01 TÊNIS ASICS DE QUASE R$ 900,00 de presente ao Cmt pois o Cmt Gosta de correr rs. Esse mesmo representante com ELEVADO NÍVEL DE LIDERANÇA Comprou um bolo 🎂 e sem ter combinado nada com ninguém, quando todos estavam em forma, chegou cantando parabéns kkkkk. Eu falo isso porque esse S Ten fez esse mesmo curso que esses 3 fizeram, e eu lendo os comentários sobre MERITOCRACIA, esforço e tudo mais. Percebo o quanto o pessoal se ” faz de burro ” e tem medo de falar e encarar a realidade. A verdade é que somos uma companhia de Teatro. Somos um faz de conta.

    1. Para tropa não faz diferença. Continuam como estão. Oficiais não ouvem praças. Quanto à demandas? Eles aprenderam a não levá-las.
      E segue o baile. Isso é só para inglês ver.

  7. Como o Exército está valorizando as praças, na década de 90 não existiam esses cursos, fico muito feliz com essas notícias, parabéns aos concludentes pelo esforço que fizeram para realizar o curso.
    Infelizmente existem os IVO que tem dor de cotovelo…E criticam o EB e os amigos que concluíram o curso nos Estados Unidos.

  8. precisa fazer curso no exterior para exercer funções que qualquer oficial temporário pode realizar no Brasil?

    Na realidade está ocorrendo o desvio de função dos graduados sem ganhar mais nada por isso.

    https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6880.htm

    LEI Nº 6.880, DE 9 DE DEZEMBRO DE 198

    Art. 36. O oficial é preparado, ao longo da carreira, para o exercício de funções de comando, de chefia e de direção.

    Art. 37. Os graduados auxiliam ou complementam as atividades dos oficiais, quer no adestramento e no emprego de meios, quer na instrução e na administração.

    1. Demonstra sua dor de cotovelo, observarmos que os três militares são de elite que se destacam muito no meio das praças como dos oficiais…

      Fizeram por onde…estudaram e desembocaram a missão.

      Pra eles minha continência…

    1. NÃO É ISSO, ATÉ PQ UM DELES JÁ É ALTOS ESTUDOS CHQAO, agora lendo alguns comentários…é triste 😢 pq é nítido a inveja…eles com certeza é nível alto do EB então não vão perder tempo….

  9. Excelente atuação dos militares, é isso, estudaram e trabalharam, agora estão colhendo seus frutos.

    Parabéns por representar o Brasil nos Estados Unidos.

  10. Triste ver que a instituição Exército Brasileiro é mais do mesmo. Triste ver que os vícios e Improbidades que observamos todos os dias nas demais instituição são praticadas sem qq tipo de fiscalização pelos órgãos de auditoria e controle. Fico aqui imaginando como é feito o processo de justificativa de gastos para esse tipo de curso no exterior, gastos com transporte, diárias, Ajudas De Custos etc. Um total desrespeito com o trabalhador brasileiro que recebe salário mínimo e paga seus impostos.

  11. Parabéns, com certeza dedicaram muito o tempos atrás do auto aperfeiçoamento se habilitando e trabalhando…tem aqueles que CRITICAM, POIS É MAIS FÁCIL que estudar e trabalhar bem.

    vocês tem um grande potencial, senão nunca iriam representar o exército nos Estados Unidos.

    Parabéns e continuem assim.

  12. Muito feliz por poder ler uma matéria valorizando as praças, muito feliz por ver um Subtenente e dois primeiros sargentos se deslocando para outro país e realizando um curso de elite que é o Adjunto de Comando nos Estados Unidos.
    Exército sempre qualificando seus militares.
    Infelizmente existem aqueles que ficam com inveja e criticam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo