Em delação, Mauro Cid revela que Bolsonaro fez reunião com cúpula militar para avaliar golpe no país

O presidente Jair Bolsonaro participa da formatura de cadetes na AMAN, em Resende - Gabriel de Paiva

É grande a preocupação sobre os efeitos do relato de Mauro Cid, principalmente por envolver membros da cúpula das Forças e generais que foram ministros

Bela Megale

O ex-presidente Jair Bolsonaro se reuniu, no ano passado, com a cúpula das Forças Armadas e ministros da ala militar de seu governo, para discutir detalhes de uma minuta que abriria possibilidade para uma intervenção militar. Se colocado em prática, o plano de golpe impediria a troca de governo no Brasil. A informação chegou à atua chefia das Forças Armadas, como um dos fatos narrados em delação premiada pelo ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, o tenente-coronel Mauro Cid.

O relato caiu como uma bomba entre os militares. Segundo informações apuradas pela coluna, Cid relatou que ele próprio foi um dos participantes de uma reunião, onde uma minuta de golpe foi debatida entre os presentes.

O dado que mais criou tensão na cúpula das Forças é o de que Cid revelou que o então comandante da Marinha, o almirante Almir Garnier Santos, teria dito a Bolsonaro que sua tropa estaria pronta para aderir a um chamamento do então presidente. Já o comando do Exército afirmou, naquela ocasião, que não embarcaria no plano golpista.

A delação premiada de Mauro Cid é considerada um ponto de partida das investigações. A Polícia Federal tem tratado o tema com cautela e sigilo. Para os fatos serem validados e as pessoas citadas pelo tenente-coronel serem eventualmente responsabilizadas, é preciso que haja provas que corroborem as informações repassadas pelo ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro.

Cid teria relatado à PF que Bolsonaro se reuniu para avaliar minuta do golpe

É grande a preocupação entre os militares, sobre os efeitos que o relato de Mauro Cid pode ter, principalmente por envolver membros da cúpula das Forças e ministros que, apesar de estarem na reserva, foram generais de alta patente.

O Globo

35 respostas

    1. Primeiramente #cidinocente

      Jovem, você deve ser muito inocente. Todo o assunto está em banho Maria, quando acha que esfriou, aparece outra notícia, de jornalista diferente, emissora diferente para requentar.

      É óbvio que existe um complô contra as FA, especialmente o platelminto. Porém as FA são permanentes Bozo não é. A faxina na cela do bozo já está sendo feita e Jajá ele vai lá visitar.

  1. Depois o bozonaro e santo! Agora só espero a justiça sendo feita contra todos esses golpistas para ser exemplo tanto nas Forças quanto para os bozoides.

      1. Todo o Bozóide e antipoda da capacidade intelectiva e só ecoa fake e notícia sem mesmo saber a fonte, afinal são como bonecos ventríloquos.

        1. Então é mentira o que mais de 200 delatores na Lava Jato falaram do teu chefe, que ele sabia de tudo, comandava tudo? Tudo filmado e documentado e vc que quer passar a imagem de bom mocinho diz que é tudo fake? R$ 200 bilhões desviados por ano, segundo o MPF e vc diz que não tem fonte de informação?

          1. Você está em um mundo paralelo. Acorda!!!!! Cadê as filmagens, cadê as provas? Nem sei quem e você. Passar bem.

    1. Verdade que Bolsonaro é boçal e mentiroso, mas teve muitos militares que o cercavam, principalmente alguns generais, que se deixaram levar pela emoção $$$$ e não pela razão…fato!

  2. Tem certas perguntas que precisam ser respondidas: a) em qual país, minimamente civilizado, se pensa em golpe de Estado?; B) Quem em sã consciência trocaria a democracia por uma ditadura?; c) Em que lugar do mundo ditadura deu certo?; Se queriam tanto uma ditadura, o que acham de implantar uma ditadura com o atual governo como ditador?; Por que a esquerda consegue manobrar a “massa” e chegar ao poder e a direita tem que apelar para golpe de Estado? Falta de capacidade intelectual dessa última? Quem nomeou as FAs “Salvadores da pátria”? Quem em são consciência, saindo de uma ditadura militar, iria nomear as FAs “Poder Moderador” (para quem acredita que o art.142 fez isso)?
    É complicado quando é preciso demonstrar para os detraques o óbvio. Democracia é falha aqui como em qualquer outro lugar do mundo, mas mesmo assim ainda é a melhor opção para uma nação.

  3. No Depoimento, Segundo Investigadores, Mauro Cid Detalhou Que:
    1) Houve Uma Reunião Entre Jair Bolsonaro E Integrantes Da Marinha, … Para Tratar De Uma Proposta De Golpe Militar;
    2) No Encontro, Os Envolvidos Trataram Especificamente De Uma Minuta, …
    3) …
    Fonte Globo.Com
    Ou Seja, Mauro Cid Não Só Abriu O Bico Sepultou As Chances De Bolsonaro De Se Livrar De Alguma Condenação.
    Quando A PF Bateu à Porta (Esposa E Pai):
    – Mauro Cid Testemunhará Até O Que Não Viu.
    Era Sua Única Chance De Pegar Pena Inferior A Dois Anos, “Salvar” A Pele De Familiares.
    Estilo Delações Lavajatistas.
    Tendo provas cabais de suas acusações, seu plano, delação, será sua salvaguarda, salvar-se.

    1. Nem precisa dar reajuste ver este covarde com seus generais atrás das grades não tem preço. A justiça de DEUS é implacável! O cara perde a mãe e vai na casa lotérica fazer um.jiguinho já diz o caráter do sujeito!

  4. cadeia para esses golpista,essa gente é mais suja que pau de galinheiro e querem pregar moral,vão se catar bando de bolsonarento idiota,olhem para o rabo do MITO e depois critiquem aguem seus sem moral,essses generais golpista tem que prender tambem,asco.

  5. A pergunta do século: se houve mesmo essa reunião, por que os Comandantes ficaram silentes?

    Ah, já sei qual será a resposta: vão dizer que disseram “não” à proposta e seguiram a legalidade.

    Mas ainda continua tendo responsabilidades, pois foram testemunhas de um projeto de golpe de Estado por parte do Presidente e ficaram calados.

  6. Fosse o Brasil um país sério, esses Comandantes dariam voz de prisão ao presidente ainda na reunião, comunicariam o fato ao Vice-Presidente, presidente do Congresso e presidente do STF.

    O Congresso o afastaria do cargo para responder por crime de responsabilidade (no mínimo), o Vice-Presidente assumiria e vida que segue.

    Mas não. Preferiram ficar caladinhos e voltarem-se as suas VOT, formaturas e medalhas.

    Republiqueta de Banana!!

  7. Derrotado, inelegível e investigado. Só do agente da PF fotografar a carteira de vacinação já fez cara de choro, imagina o quanto vai se borrar doravante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo