O chefão do MST e uma lembrança incômoda

CERTIFICADO STÉDILE NA ESG

Durante o primeiro mandato de Lula, Stédile foi à ESG palestrar sobre a questão agrária e o meio ambiente

Durante depoimento à CPI do MST. o fundador e dirigente do Movimento dos Sem Terra, João Pedro Stédile, entregou para um constrangido Ricardo Salles um certificado de agradecimento da Escola Superior de Guerra recebido em 2005.

Na ocasião, Stédile foi à ESG, a mais alta instância de ensino das Forças Armadas, palestrar sobre a questão agrária e o meio ambiente. O certificado é assinado pelo general de exército José Benedito de Barros Moreira.

Salles e os demais bolsonaristas querem que, ao fim, a CPI classifique como “uma organização criminosa” esse mesmo MST convidado para palestrar aos militares.

Montedo.com, com Guilherme Amado (METRÓPOLES)

3 respostas

  1. …até onde sabemos a Esg não é uma escola das Forças Armadas é uma escola de altos estudos subordinada ao ministério da defesa e que trata dos mais variados temas de relevancia no cenario nacional e internacional.Basta entrar no site da escola.
    e SERIA UMA INGÊNUIDADE não saber o que se passa na mente de uma criatura como esse tal de Stédile e seu grupo. Isso nada tem haver como influenciar o pensamento ou alinhamento ideológico de um estabelecimento de ensino tradicional na alta administração do país.

  2. Stédile foi dar palestras de como cuidar dos jardins, campos verdejantes e me pergunto se também como se pintar meio fio. Claro que não, aliás o uso social da propriedade sempre foi um problema no Brasil, apesar de sua extensão, poucos tem muita terra e muitos não tem nada, até parece com o acumulo de dinheiro.

  3. Com certeza o MST é mais organizado, competente e seus integrantes são mais unidos que os das FFAA. Seus líderes são mais confiáveis e honestos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo