General Heleno desiste de prestar depoimento à CPI dos atos antidemocráticos

Augusto-Heleno-Centrao

Ex-chefe do GSI disse ter sido aconselhado por advogados a não depor, e que suas falas poderiam “colocar mais gasolina na fogueira”

Tácio Lorran
O ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, general Augusto Heleno, desistiu de prestar depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos atos antidemocráticos. A oitiva havia sido adiada para quarta-feira (19), na Comissão Legislativa do Distrito Federal (CLDF), a pedido do próprio general. Heleno, contudo, procurou o deputado distrital Chico Vigilante (PT), presidente da CPI, nesta terça (18), para avisá-lo da desistência.

Heleno explicou ter sido aconselhado por advogados a não depor. O general disse ao deputado distrital que suas falas poderiam “colocar mais gasolina na fogueira”. Vigilante afirmou que o ex-ministro do GSI “teme incriminar o chefe dele”, o ex-presidente Jair Bolsonaro. Por causa da desistência de última hora, a CPI não deverá ouvir ninguém nesta semana.

A CPI foi instalada na CLDF para apurar os ataques ocorridos na capital federal em 8 de janeiro. Manifestantes bolsonaristas depredaram prédios públicos e invadiram o Supremo Tribunal Federal (STF), o Congresso Nacional e a presidência da República. O grupo extremista contestava o resultado da última eleição, em que Luiz Inácio Lula da Silva saiu vitorioso, e clamava por um golpe de Estado sob o pretexto de “intervenção militar”. Mais de 2 mil pessoas foram presas.

Heleno é peça-chave na investigação dos atos antidemocráticos. O ex-ministro de Bolsonaro é apontado como o mentor intelectual da tentativa de golpe e suspeito de ser conivente com os extremistas. Chico Vigilante ainda acusa integrantes do GSI de terem participado da depredação no dia 8 de janeiro.

O general é autor de uma série de falas que foram usadas por bolsonaristas para contestar as eleições. O general já criticou ministros do STF, disse que “bandido não sobe a rampa” — em referência à posse do presidente Lula em 1º de janeiro de 2023 — e chegou a participar de manifestações antidemocráticas durante o governo Bolsonaro.

Procurado via aplicativo de mensagens, Heleno não respondeu sobre o motivo de ter desistido de prestar depoimento à CPI dos Atos Antidemocráticos.

Na próxima semana, a CPI deverá ouvir a coronel Cíntia Queiroz de Castro, da Polícia Militar do Distrito Federal (MPDF). Também estão marcados para as sessões seguintes depoimentos de outros policiais e de empresários, bem como do general Gustavo Henrique Dutra de Menezes, então chefe do Comando Militar do Planalto durante as invasões golpistas em 8 de janeiro.
ESTADÃO/montedo.com

11 respostas

  1. Também resolveu devolver um relógio Rolex caríssimo, recebido como “presente”, após decisão do TCU sobre presentes de ministros que deve observar o mesmo trâmite do Presidente.

  2. Este é o autor da célebre frase: ” Se gritar pega Centrão, não fica um …..”.,onde tentava dizer que os integrantes daquele partido não eram pessoas confiáveis e daí o governo do Mito não faria aliança com aquele partido de forma alguma. o tempo passou e o que vimos foi que o governo não só se aliou aquele partido como até apoiou a votação do chamado orçamento secreto. Tempos depois, o governo do mito migrou para o pL, Partido de Valdemar Costa Neto, aquele político que foi condenado no mensalão. Agora, depois que perdeu a eleição, o mito e sua esposa passaram a receber salário do PL, com direito, ainda, a pagamento do aluguel, coisa que o mito condenava quando o lula recebia essas benesses do PT. então eu pergunto: Alguém tem moral para criticar alguém. são farinha do mesmo saco. e o povo continua achando que o mito é diferente. Acorda Brasil!!!!

    1. Kkkkkkkk, no final do governo do motoqueiro do cartão corporativo, o Centrão que comandava o país. Governo Fraco, limitado e parcial, comia na mão
      de políticos sem escrúpulos, o resultado não poderia ser outro.

  3. Não esse General, que disse que ganhava somente 18,000,oo reais por mês. Apos a estruturação da carreira, deve ta ganhando mais de 30,000,00 Reais reformado, mas aquela boca do GSi. dobrava os vencimentos,.. E os praças da reserva e as pensionistas, ficarão ver navios na reesturação.. triste não.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo