A continência é à autoridade, não à pessoa…

Lula revista tropas na China

11 respostas

  1. o ser humano e uma m@###a mesmo, procura sempre justificar o injustificavel sempre nao e o papa e a religiao, nao e os muçulmanos e a cultura …….. nao e ….. e assexuado

  2. Nas fotos vemos as duas funções exercidas pelo PR: 1) a de Chefe de Estado – âmbito externo – e 2) a de Chefe de Governo – âmbito Interno na administração do Governo Federal e na relação com demais entes federativos. Em ambos os casos vence honras militares ou dos países visitados ou no âmbito interno.

  3. E só agora descobriu isso?! Tinha um comandante que nas formaturas, chegava ao microfone e dizia “Bom dia” e a tropa estufava o peio e repetia “bom Dia, Comandante”, era comum ouvir a continuação em tom baixo, filho da fruta ….

  4. teve um cavalo de um iperador romano que era senador e dizem consul romano,nem o cavalo sabia que era tudo isso mas tinha direito as honras da legiao romana continencia , salva de tiros e bastao de comando da um tempo justifica o q nao pode ser justificavel

  5. Concordo!!

    O que nos surpreende é aliar à continência algo pessoal.

    Prestar a continência ao seu superior, seja lá quem ele for, é legal, normal.

    O que não se pode é incluir uma nota pessoal a esse ato impessoal.

    Vimos em diversas imagens a continência de autoridades feitas ao Barba, onde somaram o sorriso de orelha a orelha, o tadinha nas costas, a velha piada Classic dos áulicos. Demonstrações pessoais que denotam uma amizade íntima e antiga.

    Esqueceram do passado recente do Barba e do que essa Ascenção dele representa para as futuras gerações em relação à moral, ética, valores, bons costumes – atributos que marcam a civilidade e o Racionalismo de uma só idade humana.

    Quando Se Relativizam esses atributos, fica muito difícil respeitar e fazer respeitar os limites. Aí, Segue-se a lei da selva, do mais forte. E, no momento, o mais forte é quem detém dinheiro. Esse pode comprar tudo e todos. Mas a médio é longo prazo a força do poder econômico pode ser substituída pela força irracional.

    Aqui já terá sido implantado o caos.

    Lembremos Que Já Relativizaram o mal. O mal agora depende do autor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo