Preso por suspeita de pornografia infantil, sargento da FAB tinha foto da filha sem roupa

Imagem ilustrativa

Sargento da FAB preso por suspeita de pornografia infantil em Lagoa Santa tinha foto da filha sem roupa
Militar foi preso em flagrante pela Polícia Civil em Lagoa Santa

Rômulo Ávila/Enzo Menezes

Lagoa Santa (MG) – O sargento da Força Aérea Brasileira (FAB), de 35 anos, preso pela Polícia Civil na última quarta-feira (5), suspeito de pornografia infantil, assumiu ter fotografado a filha sem calcinha e mostrando o ‘bumbum’. À polícia, o suspeito disse que tirou a foto por ‘brincadeira’.

Além da foto da própria filha, os policiais encontraram no celular do sargento imagens de crianças e adolescentes praticando sexo, além de pesquisas sobre incesto (relação sexual entre parentes) no Google.

O material foi encontrado após cumprimento de mandado de busca e apreensão. A operação da Polícia Civil foi acompanhada por três tenentes e dois sargentos das Forças Armadas.

Em nota enviada à Itatiaia, a FAB informou que a “Aeronáutica de Lagoa Santa acompanha a elucidação dos fatos sobre uma ocorrência envolvendo um militar da Instituição, nesta quarta-feira (05/04), em Lagoa Santa (MG), colaborando com as autoridades policiais responsáveis pelo caso. A Força Aérea Brasileira reitera que repudia condutas que não representam os valores, a dedicação e o trabalho do efetivo em prol do cumprimento de sua missão Institucional”.

itatiaia/montedo.com

4 respostas

  1. Bem se comprovados os fatos, tem que ser expulso da FAB. Não pode ostentar qualquer vínculo com a Administração Pública. Se achasse que fosse doente que reconhecesse – como doente – e recebesse o apoio devido. Por fim, deveria perder a sua parcela de poder familiar, pois essa criança está exposta e sem proteção

  2. Na semana passada um Conhecido foi preso dentro do seu ambiente de Trabalho por ter sido condenado por estupro de Vulnerável, no caso a Própria filha. Como o Processo correu em segredo de Justiça, so se fica sabendo quando e preso. E conhecendo o Réu, fica sempre a duvida se ele mesmo fez as atrocidades.

  3. Se fosse um PM, essa matéria jornalística estaria em todos os jornais do país e passaria ainda em rede Nacional de TV. digo isso sem medo de errar … Dois pesos, duas medidas…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo