Governo deve tirar Abin do GSI para diminuir influência de militares

Reprodução youtube

Agência Brasileira de Inteligência (Abin) hoje está no guarda-chuva do GSI

Natália Portinari
Em reação aos atos golpistas do último domingo, o governo deve remover a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) do guarda-chuva do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), onde há forte influência de militares.A proposta consta no relatório sigiloso do grupo sobre inteligência estratégica da equipe de transição de governo, mas sofre resistência de uma ala do governo que não quer desagradar as Forças Armadas.
Lula foi sondado sobre a ideia e demonstrou ser a favor. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, também é favorável à medida, assim como os principais quadros do PT. Já o ministro do GSI, o general reformado Marco Edson Gonçalves Dias, o G. Dias, é contra a proposta.
O governo estuda ainda se a mudança será acompanhada de outras.
A presença de militares bolsonaristas no GSI e no Ministério da Defesa tem incomodado o presidente após os atos terroristas do último domingo (8/1).
METRÓPOLES/montedo.com

2 respostas

  1. E bom reformular, estamos iniciando um novo tempo, sem cercadinho, sem discurso de ódio. Golpismo e cloroquina não, democracia e vacina sim!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo