Ministro da Defesa e militares ficam em silêncio diante de ataques

Posse MD

O ministro da Defesa, José Múcio Monteiros, e os comandantes das três Forças Armadas ficaram em silêncio diante dos ataques de ontem às sedes dos Três Poderes da República.

Vinicius Doria
O ministro da Defesa, José Múcio Monteiros, e os comandantes das três Forças Armadas ficaram em silêncio diante dos ataques de ontem às sedes dos Três Poderes da República. O Correio apurou que os comandantes da Marinha, almirante Marcos Sampaio Olsen; do Exército, general Júlio Cesar de Arruda; e da Aeronáutica, brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno mantiveram contato com o ministro ao longo da tarde, enquanto os atos terroristas na Praça dos Três Poderes ainda não tinham sido contidos. Os militares decidiram não fazer comentários públicos por entenderem que a situação era de responsabilidade das forças de segurança do Distrito Federal e não envolviam as Forças Armadas.


Pela manhã, José Múcio Monteiro foi ao acampamento golpista instalado há mais de dois meses na frente do Quartel-General do Exército, no Setor Militar Urbano. Ele passou de carro, com os vidros fechados, para ver de perto a situação do movimento antidemocrático que pede intervenção militar e destituição do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. A alguns veículos de imprensa, o ministro comentou, no início da tarde, que a situação estava “calma”. Depois dos ataques, ele se encontrou com o colega da Justiça, Flávio Dino, para uma reunião de avaliação. A reportagem tentou contato com José Múcio Monteiro e sua assessoria, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição.
Em uma das Forças, segundo fonte ouvida pela reportagem, o comandante mandou mensagens para altos oficiais de sua equipe com o objetivo de angariar informações sobre o levante e a situação dos prédios militares na Esplanada dos Ministérios, e foi informado de que as sedes dos comandos da Marinha e da Aeronáutica não foram alvo dos radicais. No Exército, nenhuma informação sobre o acampamento golpista, de onde saíram os manifestantes em direção à Esplanada dos Ministérios. Fonte ouvida pela reportagem estranhou o fato de o grupo de radicais ter caminhado do QG do Exército até a Praça dos Três Poderes sem nenhum controle das forças policiais do DF. Toda a movimentação foi registrada pelos veículos de imprensa e pelas redes sociais.
CORREIO BRAZILIENSE/montedo.com

12 respostas

  1. Calados por ordem do presidente do meu braZil brazileiro.
    Todos obedientes e disciplinados.
    Disciplina consciente, mesmo na América do Norte, nossos Chefes cumprem rigorosamente suas santas ordens.
    Ave Jair! O meçias.

    1. Eu gostaria de ver esse País prendendo com a mesma rapidez bandidos, ladroes e corruptos. Parece que a incomPTencia será a marca desse novo ciclo

  2. Há diverso vídeos mostrando muita gente com os artigos tipicos de Black Blocks além de pessoas berrando pedindo para não quebrarem nada, não incendiar e não depredar.

  3. As depredações nos prédios públicos, foram a gota dágua, mostraram a verdadeira face desse povo acampado, levando a credibilidade do bolsonarismo próximo a zero, o que não presta se extingue por si mesmo.

  4. Quem muito fala, dá bom-dia a cavalo, e quem não fala, consente! Deixem que só o “mor” dê um bom dia aos seus jumentos amestrados.
    Pois falando é um desastre, supera o que saiu quando dava bom-dia ao gado, no cercadinho. Os jumentos estão provando do próprio veneno inoculado na veia do povão durante mais de duas décadas.

  5. Se aliaram com a vaidade de ter sob suas guardas manifestantes pedindo golpe contra o Estado e foram cumplices de tudo, agora ficam com a famosa cara de não sei quem peidei.

  6. quem imagem patética, fico imaginando estes mesmos altos escalões na frente do lula, que imagem bizarra, estudaram tanto pra se humilhar a um nove dedos descondenado pelo mesmo sistema que o condenou e condenava só procurar no youtube gilmar mendes sobre quadrilha de lula, Xandão sobre roubalheira do lula, Fux falando sobre lula e por aí vai, aí anos depois estes mesmos senhores que nada tem de juizes a maioria são colocados lá por indicação, soltam o condenado e o deixam elegível pra disputar as eleições e o tiro de misericórdia foi a fraude nas urnas que o “mito” só se preocupou depois que viu que o sistema já estava corrompido, foi na do senhor Valdemar do PL e se deu “mal”, até porque convenhamos, quem daqui recebe duas aposentadorias e tem trocentos imóveis por aí e é amigão do peito do Valdemar?
    Quem tem um amigo desse, dinheiro jamais será problema!

    e viva o brasil!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

      1. Já me trato meu camarada, me desculpa falar do seu presidente favorito de nove dedos, mesmo você tendo feito o Éli l você vai se ferrar junto com os que não fizeram.
        sem mais…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo