Escolha uma Página

Segundo relatos feitos à polícia pela vítima, uma comerciante, a prática ocorria desde 2019 e ele também a dopava para manter relações sexuais
Um tenente do Exército Brasileiro, de 41 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (8), no Centro do Rio, por equipes da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de São Gonçalo. O oficial do Exército é acusado pelos crimes de ameaça, lesão corporal, violência psicológica e estupro de vulnerável contra a comerciante Patrícia Coutinho, de 45 anos. A prisão ocorreu em razão de mandado de prisão expedido pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar de São Gonçalo.
De acordo com informações da Deam, após diligências do setor de inteligência da unidade de São Gonçalo, Silva foi preso quando se preparava para realizar um concurso público. Ele foi levado para a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.
No dia 13 de junho deste ano, a vítima foi à Deam e relatou ter sido agredida pelo companheiro. No dia 25 do mesmo mês, ela retornou à delegacia e apresentou vídeos e áudios das agressões que, segundo ela, aconteciam desde 2019. De acordo com a mulher, em várias oportunidades, após ingerir medicamentos para dormir, o autor mantinha relações sexuais com ela.
O São Gonçalo/montedo.com

Skip to content