Escolha uma Página

Militar das Forças Armadas processou Podemos após ter sido filiado à sigla sem autorização. Ele respondeu a procedimento disciplinar

Isadora Teixeira
O Podemos foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) a indenizar um militar das Forças Armadas por filiá-lo ao partido sem autorização.
A 7ª Vara Cível de Brasília condenou a sigla a pagar R$ 10 mil por danos morais. Porém, a 7ª Turma Cível do TJDFT reduziu o valor para R$ 5 mil, por entender que o Podemos não dificultou a desfiliação do militar após a confusão.
O militar processou o Podemos por ter sido filiado, sem sua autorização, no ano de 2013. Ele respondeu a um procedimento disciplinar interno, já que militares não podem integrar partidos políticos.
Grande Angular(METRÓPOLES)/montedo.com

Skip to content