Escolha uma Página

Ministro esteve com diretor da CIA em 2021 e teria ouvido pedido para que Bolsonaro parasse de questionar o sistema eleitoral brasileiro

Gustavo Zucchi
A Comissão de Relações Exteriores da Câmara pode votar, nesta terça-feira (14/6), um pedido de convocação do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.
O requerimento, protocolado pelo deputado Glauber Braga (PSol-RJ), pede que o general explique o que foi tratado em reunião com diretor da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), William Burns, em julho de 2021.
O deputado lembra que fontes americanas informaram à imprensa que Burns pediu a Heleno que o presidente Jair Bolsonaro parasse de colocar em dúvida o sistema eleitoral brasileiro.
Em transmissão nas redes sociais de Bolsonaro, Heleno disse que o tema não foi tratado na reunião.
“Lógico que nas conversas sobre a área de inteligência que nós tivemos, que foram produtivas e muito interessantes, essa conversa sobre eleições jamais aconteceu. Não sei de onde saiu essa narrativa, isso nunca aconteceu. Não houve nenhuma troca de ideia sobre eleições nem nos Estados Unidos nem aqui. Então, essa foi uma notícia falsa”, disse Heleno.
O pedido será apreciado em meio a mais um vazamento de conversa sobre as eleições de outubro de autoridades brasileiras com americanas . Desta vez, no encontro Bolsonaro com presidente Joe Biden nos EUA.
Segundo a agências de notícias Bloomberg, Bolsonaro pediu ajuda a Biden para vencer o pleito O mandatário brasileiro teria alegado que, em caso de vitória de Lula, as relações entre Brasil e EUA poderiam ser prejudicadas.
Igor Gadelha(METRÓPOLES)/montedo.com

Skip to content