Escolha uma Página

Poder sem Pudor
Pelópidas da Silveira foi destituído da prefeitura do Recife, no rastro do golpe militar de 1964.
Preso no 7º Batalhão de Obuses, em Olinda, ele conseguiu assistir na televisão da sala dos oficiais o noticiário mostrando a posse do substituto. Comentou com um militar, ao lado:
– “Veja, coronel. Essa mesma Câmara que votou o meu impeachment hoje, por 20 a 1, é a mesma que vivia a meus pés, pedindo favores…”
O oficial reagiu:
– “Como é a natureza humana, hein, dr. Pelópidas?!”.
O prefeito corrigiu:
– “A natureza humana sob baionetas, coronel!”.
DIÁRIO DO PODER/montedo.com

Skip to content